Arquivos da Categoria: Esporte

A explosão da superação nos Jogos Olímpicos Rio 2016

2016-08-08_18-49-27_1Quem se lembra das Olimpíadas de Londres, em 2012, tem na memória, a lembrança da judoca, Rafaela Silva, perdendo para a húngara, Hedvig Karakas, e a repercussão dessa luta nas redes sociais. Hoje, em 2016, após trazer para o Brasil sua primeira medalha de ouro olímpica, nas Olimpíadas do Rio, seu nome estampa os principais jornais nacionais e internacionais, como o orgulho nacional brasileiro. Sua história precisou esperar quatro anos para ser realmente ouvida, e, Rafaela Silva, se tornou um dos maiores exemplos de superação na vida e no esporte.

Após sofrer forte bullying, preconceito racial e escutar ofensas cruéis, por conta da sua desclassificação em 2012, a judoca quase pensou em desistir do judô e abandonar a carreira. Original do Rio de Janeiro, da comunidade da Cidade de Deus – apenas 8km do Parque Olímpico – a judoca de 24 anos, passou por um extenso e árduo trabalho, para recuperar sua autoestima “O coaching realiza um trabalho, que faz o atleta conseguir aproveitar os seus melhores potenciais, para que seus talentos possam vir a tona em um momento de dificuldade. E foi exatamente o que ela conquistou. O papel da Nell Salgado com a Rafaela foi incrível”, diz o professor do Instituto Japonês de Coaching, e psicólogo desportivo, João Alexandre Borba.622_13f0297f-4ab1-38ab-a24a-83fe4818fc62

Segundo o especialista, no coaching, é muito trabalhado a estruturação dos pontos fortes do atleta para fazer com que ele possa se preparar para se superar e alcançar seu estado de maestria, para competir num nível alto de excelência “Você se torna grande quando experimenta a vitória, e é preciso preparo, pois esta é algo que traz muito medo. Ser grande pode assustar. A Rafaela perdeu para a Hedvig Karakas em Londres, e agora passou por ela, novamente, para ganhar o ouro. Imagina uma atleta, que passou por várias dificuldades, sofreu todos os tipos de preconceito, chegar ao ponto de receber uma medalha de ouro olímpico para o país dela. Essa vitória é muito grande, então, ela tem que ter um grau de superação descomunal para saber recebê-la”, comenta “E as pessoas não fazem ideia do quanto. Esse treino, essa concentração, a maneira que ela estava focada na competição, os golpes que ela aplicou… Tudo isso aconteceu porque ela foi treinada. Não só a nível técnico e esportivo, mas também a nível emocional, para poder chegar em quadra e apresentar o seu melhor”, completa o psicólogo.

Uma das técnicas utilizadas por Borba, em atletas, é a visualização mental. Associada à hipnose, faz com o que o atleta se visualize na competição e traga para a superfície, todos os seus medos e angústias. Através dessa conscientização, o competidor, vai se percebendo e se trabalhando para poder libertar mais seus potenciais e conseguir dar o seu melhor na hora da competição. esporte-olimpiada-judo-rafaela-silva-20160808-001

“Disseram para a Rafaela que o judô não era para ela, que ela era uma vergonha para sua família. Olha o quanto essa atleta teve que se superar e se vencer internamente para poder ter trazido essa medalha! Isso que é belo em uma vitória. Foi uma autosuperação muito maior do que o trabalho que ela teve tecnicamente como judoca. O treino que ela teve que desenvolver internamente foi muito maior. Eu costumo definir o coaching, pelo o que eu vejo todos os dias como profissional, como nada mais do que a arte de avançar. A Rafaela é uma heroína. Ela trouxe uma medalha de ouro para casa porque ela aprendeu a se autotreinar para se trabalhar e descobrir a melhor maneira de avançar”, conclui o especialista.

Não há dúvidas, que a superação é um dos itens fundamentais para a vitória. E segundo João Alexandre, para ser um vitorioso, é necessário estar em constante superação. Quem se mantém igual, no mesmo padrão, acaba por impedir as suas maiores transformações. É preciso ousar para ser diferente, assim como fez com maestria a nossa Rafaela.

Serviço: João Alexandre Borba

Co-CEO do Instituto Internacional Japonês de Coaching e Psicólogo

joao.alexandre@live.com

https://www.facebook.com/joaoalexandre.c.borba

https://www.youtube.com/watch?v=oW8vIz6SIwU

Dicas para manter a postura correta no dia a dia

imagem_release_451034Com a correria do dia a dia, por diversas vezes, as pessoas ignoram os efeitos que determinadas ações podem ter futuramente, comprometendo sua saúde. Uma das atitudes mais comuns – e mais errôneas – que as pessoas têm é relativo à posição com que exercem suas atividades diárias, colocando em risco sua saúde postural.

Segundo a fisioterapeuta Carla Tissiane de Souza Silva, atuante em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba, é necessário trabalhar para sempre buscar uma postura correta, que deve ser funcional e esteticamente aceitável. “O ideal é procurar ter um equilíbrio entre os músculos e o esqueleto, permitindo proteger as estruturas de suporte de corpo contra lesões ou deformidades, não causando fadiga. Para que isso ocorra, é preciso avaliar se as suas atitudes corporais diárias estão corretas”, explica Carla, que possui formação em RPG e no método Pilates, e, atualmente, está se especializando em Osteopatia e é mestranda em Atividade Física e Saúde.

Ela afirma que, por mais que possa parecer difícil, seguindo algumas dicas específicas é possível adequar sua postura com as atividades do dia a dia, tanto no trabalho como em casa.

Confira suas dicas para ter uma saúde postural adequada:

1.   Ao dormir

O ideal é possuir um colchão semi-rígido ou de espuma, que permita que o peso seja bem distribuído. O colchão mais próximo do ideal é aquele que você não afunda quando deita. Além de também ter um bom travesseiro, sua postura na cama deve ser observada. Caso você durma de barriga para cima, utilize um travesseiro embaixo dos joelhos; caso você durma de lado, um travesseiro entre as pernas dobradas é uma boa opção. Dormir de bruços deve ser evitado ao máximo, mas, caso você não consiga de nenhuma outra forma, coloque o travesseiro embaixo da barriga, e não da cabeça.

2.   Ao cuidar da casa

Evite trabalhar com o tronco totalmente inclinado se estiver em pé e utilize uma leve flexão dos joelhos para melhor acomodar sua coluna e não sobrecarregar articulações; na hora de passar a roupa, a mesa deve ter uma altura suficiente para que a pessoa não se incline. Ao elevar algum peso acima da cabeça deve-se apoiar o peso no corpo, e subir em uma escada ou banco para guardá-lo adequadamente. Para erguer um peso qualquer, o correto é abaixar-se flexionando os joelhos até embaixo, sem curvar a coluna, e levantar-se transferindo o peso para as pernas, não para a coluna.

3.   No trabalho

Para se sentar corretamente na mesa de trabalho, o ideal é encostar as costas na cadeira, além de manter os pés apoiados no chão e procurar ocupar a maior área possível do assento com as coxas. Evitar torções de corpo inteiro, levantando-se ou usando uma cadeira que gire com facilidade para falar com alguém ou pegar algo também é uma dica valiosa para evitar lesões.

A profissional lembra que, para quem não consegue corrigir sozinho sua própria postura, o tratamento por RPG (Reeducação Postural Global) é uma boa opção. “A boa saúde da coluna depende do que fazemos no dia a dia, nessas pequenas atitudes que permitem manter o equilíbrio do corpo. A prática de RPG e Pilates, por exemplo, são formas de fortalecer a musculatura da coluna e equilibrar as cadeias musculares, o que facilitam manter uma postura adequada e permitindo uma postura harmônica e equilibrada tanto funcionalmente como esteticamente”, pontua.

Carla finaliza, afirmando que a RPG deve ser sempre aplicada por fisioterapeutas especializados, para que o tratamento realmente ajude, ao invés de piorar a saúde postural da pessoa.

Serviço: Inspire Fisioterapia e Pilates

Carla Tissiane de Souza Silva – Crefito-8 149838-F

Fisioterapeuta

Fones: Unidade 01: (41) 3385 4924/ Unidade 02:3404-7155

Unidade 01: Alcídio Viana, 1001 – 4º andar/sala42, Bairro São Pedro, São José dos Pinhais PR.

Unidade 02: Av. Rui Barbosa, 5864 , Bairro Afonso Pena, São José dos Pinhais PR.

Facebook: Inspire Fisioterapia e Pilates

Deixe-se levar pelos ritmos da dança

Dancers participate in auditions for "Copa Dancers" at the new Copacabana nightclub June 27, 2011 in New York's Times Square. The historic 75-year-old club recently moved to the new location. AFP PHOTO/Stan HONDA

A dança é uma das principais forma de expressão da atualidade, conquistando milhões de pessoas pelo seus movimentos e ritmos diversificados, que podem expressar diversos sentimentos como raiva, tristeza, alegria e amor, entre outros. A dança em si é uma das formas de expressão mais antigas do mundo, e era uma das artes mais populares na Antiguidade, juntamente ao teatro e a música.

Na atualidade, pode-se encontrar diversos estilos diferentes de dança, agradando a pessoas de todas as idades. Segundo Ingrid Teles, que é bailarina desde os 12 anos de idade, a prática da dança ajuda na valorização de si mesmo, além da manutenção da boa forma e da prevenção de doenças. “O ritmo, tão valorizado na dança, é algo que se move de forma regulada, e podemos percebê-lo em diversos momentos do nosso dia: na nossa respiração, no nosso andar, etc. Dessa forma, é possível interpretar que o ritmo só precisa ser adequado para a dança em si, o que pode parecer difícil no começo, mas se torna prazeroso a medida que a pessoa desenvolve suas habilidades”, observa.

Ingrid,  que atua, presentemente, como dançarina, professora, enquanto participa de diversas competições e mantém seus estudos em modalidades de dança diferentes, acredita que, no meio da infinidade de ritmos de danças que existem atualmente, se torna impossível não encontrar um que combine com você. “Para dançar, basta querer. Além de opções clássicas e mais delicadas como o ballet, também é possível experimentar modalidades como o jazz e o hip hop, que possuem ritmos mais rápidos e modernos, onde o participante deve demonstrar o esforço que está fazendo para dançar”, explica.

Ela também enfatiza que os ritmos podem mudar de acordo com o propósito da dança. “Para danças religiosas, como as indianas, os ritmos serão alegres e acompanhados de orações, por parte dos devotos. Já em danças como o tango, que visam a sensualidade, tudo será mais lento e dramático. O interessante é observar que as expressões dos dançarinos mudam durante a dança, para compor a atmosfera criada nesse ato. Você pode escolher, entre uma infinidade de ritmos, entre os mais populares, como o ballet, jazz, sapateado, dança de salão ou zumba, ou, ainda, se aventurar pelos menos conhecidos, como stiletto, dança do ventre ou danças indianas, por exemplo”, afirma.

A professora de dança ainda fala que o importante, na dança, é se esforçar e se divertir enquanto faz isso. “Por mais que seu objetivo não seja ser um profissional ou competir, dançar é uma atividade prazerosa, que conquista cada vez mais pessoas de todas as idades. Recomendo que todos tentem, pelo menos uma vez, participar de uma aula de dança, para ver como é maravilhoso conhecer os diferentes ritmos, e sentir os benefícios da dança em sua mente e corpo!”, finaliza.

Serviço: Ingrid Teles

Portfólio: www.ingridtelesdance.tumblr.com/

E-mail: ingrid@creatorscontent.com.br

Telefone: 41 9546-4157

Breaking, uma dança em ascensão

imagem_release_446358O começo do estilo de dança conhecido como breaking tem algumas divergências entre que o estuda, mas a maioria dos estudiosos acreditam que ele surgiu na metade dos anos 70 no bairro Bronx, em Nova York, nos EUA. O termo “Break” vem da música que os DJs tocavam nas festas de rua e que tinham diversas fontes de inspiração, como o soul, funk, jazz e músicas latinas.

O trecho denominado como break é o de maior impacto na música, sendo este o momento em que as pessoas entravam na roda para dançar. Segundo Ingrid Teles, que é bailarina desde os 12 anos, e pratica diversas modalidades diferentes de dança, esse estilo se caracteriza pela preparação diferenciada que o acompanha. “O breaking começa pelo Top Rock, que são passos de funk estilizados. Após isso, é  a vez do Foot Work, que é o trabalho realizado pelos pés movimentando o corpo circularmente com o apoio das mãos. Por último vem o Freeze, que é a finalização da dança de cada um”, explica.

Ela, que atua, presentemente, como dançarina, professora, enquanto participa de diversas competições, esclarece que, mais do que um estilo de dança influenciado por diferentes ritmos, o breaking sempre esteve associada às culturas negras e latinas. “É evidente que, atualmente, pessoas das mais diversas etnias e descendências praticam essa dança, mas, sobretudo na década de 70 nos Estados Unidos, essa cultura da rua se estendeu e adentrou na vida das pessoas, como uma forma de identidade”, fala.

Ingrid, que estuda diversas modalidades de dança, afirma que o breaking, além de ser uma forma de se expressar, é uma maneira, também, de manter a forma. “Todo seu corpo trabalha ao fazer os movimentos, tonificando músculos das pernas, braços e abdômen, além de fortalecer a região da coluna vertebral. Então, além de ser prazerosa, essa forma de dança também é funcional”, comenta.

A professora finaliza, lembrando que, apesar de ser um estilo conhecido mundialmente, não é fácil encontra-lo em escolas de dança no Brasil. “Pelo nível de dificuldade e pouco conhecimento sobre esta modalidade, não é comum encontrar essa modalidade em academias de dança. Normalmente, o que existem são aulas que ensinam passos parecidos com o breaking, mas misturados a outros estilos em aulas de  danças urbanas. Em Curitiba, eu dou aulas para jovens que estejam interessados em aprender esse estilo, e acho difícil não se apaixonar por ele, além de ser uma tentativa válida para todos que procuram uma nova forma de se expressar e divertir”, conclui.

Serviço: Ingrid Teles

Portfólio: www.ingridtelesdance.tumblr.com/

E-mail: ingrid@creatorscontent.com.br

Inauguração de novo empreendimento em São José dos Pinhais é um sucesso

imagem_release_417188A fisioterapeuta Carla Tissiane inaugurou a segunda sede do Consultório Inspire, pelo qual é responsável. Afinal, após 5 anos se dedicando à qualidade de vida, com tratamentos preventivos e curativos na cidade de São José dos Pinhais, sendo uma das pioneiras com os métodos Pilates, RPG, terapias manuais e Osteopatia, a clientela aumentou, e a necessidade de aumentar o raio de atendimento surgiu.

A inauguração da nova sede contou com um coquetel com mais de 90 pessoas, entre elas pacientes da Inspire Unidade 01, familiares, profissionais da saúde do município e empresários da cidade. Durante o evento, em que antepastos e pães com lambrusco foram servidos, Carla agradeceu a presença de todos, fazendo um brinde e explicando a missão desse novo consultório, que é a de fazer com que a fisioterapia seja valorizada e conhecida pelo bem que pode proporcionar.

Ao som do sax de Robson Sarabia, o novo local, que se encontra em região privilegiada com estacionamento próprio, agradou os convidados, que permaneceram na festa até as 22 horas.

Serviço: ​Inspire Fisioterapia e Pilates

Carla Tissiane de Souza Silva

Fisioterapeuta- Crefito-8 149838-F

(41) 3385 4924; 3404-7155

A dança na valorização de si mesmo

imagem_release_414480A dança é uma forma de arte que traz inúmeros benefícios para quem a pratica. Ela proporciona maior vitalidade e qualidade de vida, além de, nas aulas, os alunos ainda poderem libertar suas tensões, se ajustarem e organizarem seus pensamentos, formando hábitos saudáveis e desenvolvendo disciplina.

Além de proporcionar inúmeros benefícios para o corpo e a mente, existem muitas modalidades de dança que agradam todo o tipo de gente. Para Ingrid Teles, que é bailarina desde os 12 anos, estuda jazz e dança moderna, além de ser profissional em Danças Urbanas, a dança ultrapassa a barreira de hobby, podendo ser até um nicho de negócio. “Participei de vários campeonatos e batalhas na Europa, em dezembro de 2014, e posso dizer que a dança vai muito além do que as pessoas imaginam”, afirma.

Ela, que atua, presentemente, como dançarina, professora, enquanto participa de diversas competições e mantém seus estudos em modalidades de dança diferentes, comenta que cada um precisa encontrar o tipo de arte que combina melhor com sua personalidade e necessidade. “O ballet clássico, por exemplo, melhora a postura, o equilíbrio e os reflexos, e exige bastante concentração, aumentando a flexibilidade. Já aulas de flamenco são ótimas para quem quer afinar a cintura, fortalecer as pernas e melhorar a coordenação motora. O jazz, por outro lado, desenvolve o ritmo e a musicalidade, ajudando na memorização de sequências e contribuindo para um físico saudável”, explica.

Ingrid, que também é fundadora da Agência Creators Content, de Curitiba, também fala que novas modalidades de dança, que estão em alta, são ótimas para quem já experimentou de tudo, e ainda não encontrou sua atividade física ideal. “A zumba, que é praticada, geralmente, com ritmos latinos, queima muitas calorias de uma vez só, fortalecendo a musculatura e aumentando a autoestima. Além disso, as danças urbanas também melhoram a musicalidade e o ritmo, trabalhando o corpo como um todo. Por último, o stilleto, praticado com sapatos de salto, apesar de ser desafiador, tonifica o corpo e transmite sensualidade por meio das aulas”, conclui.

Serviço: Ingrid Teles

Portfólio: www.ingridtelesdance.tumblr.com/

Agência Creators

Site: www.creatorscontent.com.br

E-mail: ingrid@creatorscontent.com.br

O Pilates e o emagrecimento

imagem_release_410939Quando se trata do Pilates, uma modalidade muito utilizada para quem quer obter uma postura melhor, muitas pessoas olham com desconfiança quando escutam que ele ajuda seus praticantes também a emagrecer. Na verdade, estes são apenas dois dos muitos benefícios desta técnica, que ajuda a melhorar a respiração, a dormir melhor e a prevenir doenças.

Apesar do que se pode pensar, o Pilates é extremamente eficaz no emagrecimento. Segundo a fisioterapeuta Carla Tissiane Silva, atuante em São José dos Pinhais/PR, essas dúvidas vêm do pensamento de que os exercícios que emagrecem são apenas aqueles de alta intensidade, o que leva essas pessoas a pensarem que a aula de Pilates consome poucas calorias. “O Pilates é um exercício anaeróbico, que utiliza uma energia que independe do uso de oxigênio, assim como a musculação. Assim, ele promove uma total mudança no condicionamento físico, na consciência corporal, e até mesmo no estilo de vida do praticante, se tornando um ótimo aliado na busca pela perda de peso”, conta Carla.

De acordo com a profissional, que possui formação em RPG e no método Pilates, e, atualmente, está se especializando em Osteopatia e é mestranda em Atividade Física e Saúde, o Pilates contribui para o emagrecimento de três maneiras principais. Primeiramente, aumentando a massa muscular, controlando a ansiedade traduzida muitas vezes em compulsão alimentar e, por fim, acelerando seu metabolismo, que pode aumentar a capacidade do corpo de gastar calorias. “Por ser um exercício que trabalha corpo e mente de maneira unificada, o Pilates ajuda a controlar a ansiedade, a grande inimiga de quem quer emagrecer”, afirma.

Ela finaliza, dizendo que uma única aula de Pilates de nível avançado pode queimar 500 calorias, ajudando a substituir a gordura por massa corporal magra, modelando o corpo e corrigindo a postura. “O Pilates agrega tudo que tem de melhor no quesito saúde, abordando características personalizadas para o indivíduo além dos exercícios tradicionais, e é isso que faz essa modalidade excelente para todas as faixas etárias”, conclui a profissional.

Serviço: Inspire Fisioterapia e Pilates

Carla Tissiane de Souza Silva – Crefito-8 149838-F

Fisioterapeuta

Fones: ​Unidade 01: (41) 3385 4924/ Unidade 02:3404-7155

Unidade 01: Alcídio Viana, 1001 – 4º andar/sala42, Bairro São Pedro, São José dos Pinhais PR.
 
Unidade 02: Av. Rui Barbosa, 5864 , Bairro Afonso Pena, São José dos Pinhais PR.
 
Facebook: Inspire Fisioterapia e Pilates

Os benefícios do Pilates

imagem_release_404852Os benefícios de um exercício físico, tanto para o corpo, quanto para a mente, são de dimensões enormes. Além de reforçar a musculatura, causar o aperfeiçoamento das habilidades físicas, a perda de peso e de ajudar a prevenir inúmeras doenças, eles podem ajudar, também, a corrigir a postura.

O Pilates, por exemplo, é um exercício que enfatiza o desenvolvimento equilibrado do corpo através de movimentos que desenvolvem força, flexibilidade e consciência corporal, a partir da ativação e estabilização da musculatura profunda do abdômen e da coluna, tornando os movimentos realizados eficientes para a saúde postural. Esta atividade física ainda procura encontrar a respiração profunda e adequada, o alinhamento da coluna e o desenvolvimento de uma concentração adaptada aos movimentos suaves, proporcionando uma sintonia entre todas as partes do corpo.

Segundo a fisioterapeuta Carla Tissiane Silva, atuante em Curitiba, além de garantir uma boa saúde postural, o Pilates é uma excelente maneira de se conseguir uma barriga lisa, dando um corpo elegante e esguio para o praticante. “Essa atividade é recomendada, principalmente, para quem necessita melhorar sua postura, mas, ao mesmo tempo, é uma boa forma de auxiliar na perda de peso de maneira leve”, afirma Carla, que possui formação em RPG e no método Pilates, e, atualmente, está se especializando em Osteopatia e é mestranda em Atividade Física e Saúde. Apesar do Pilates não ser classificado como uma alternativa específica para o emagrecimento, de acordo com o ritmo da sessão e o metabolismo, o praticante pode ter queima calórica significativa.

Ela explica que, principalmente para quem possui uma agenda cheia, o Pilates funciona como uma forma de relaxamento, pois energiza o praticante. “Além disso, a modalidade solo pode ser feita em qualquer local, o que garante praticidade até para os mais atarefados”, observa a fisioterapeuta. “Acredito que este é um dos melhores exercícios que podem ser feitos, pois ele une o trabalho do corpo e da mente, melhorando, inclusive, o sono e o humor das pessoas”, conclui.

Serviço: Inspire Fisioterapia e Pilates

Carla Tissiane de Souza Silva – Crefito-8 149838-F

Fisioterapeuta

(41) 3385 4924/ 3404-7155

Nutrição auxilia atletas a manterem a saúde em dia

33Ser um atleta de alto rendimento hoje requer muito mais do que simplesmente treinamentos físicos. E isso também vale para todas as outras pessoas, que praticam exercícios diários ou não: para manter-se saudável é preciso mais do que se mexer – é preciso que haja uma boa alimentação.

Pensando nas pessoas que se exercitam regularmente, entra em voga o atendimento nutricional voltado especialmente para atletas, o qual os orienta para uma alimentação adequada antes, durante e depois dos exercícios. Mas não é só isso. A nutricionista Paula Souza Borges, pós graduada em Nutrição Esportiva, entende a importância que a sua profissão possui para aqueles que desejam conquistar melhores resultados unindo a boa alimentação com uma vida saudável. “Resumidamente, elaboramos um plano alimentar voltado para suprir as necessidades do atleta de acordo com a duração, intensidade e frequência dos exercícios que ele pratica. Além disso, também são levados em conta os objetivos do atleta em relação ao exercício – perder peso, ganhar massa muscular, etc”, diz a especialista.

Durante o primeiro atendimento é realizada a avaliação clínica, que tem como objetivo conhecer o histórico médico do paciente e da sua família, bem como possíveis doenças e carências nutricionais. “Hoje possuímos uma máquina que auxilia nessa questão, o sistema InBody 370, que faz uso da mais avançada tecnologia de bioimpedância, capaz de aliar precisão, simplicidade e rapidez, fornecendo uma informação completa sobre a condição atual da pessoa e uma orientação sobre a composição corporal ideal”, comenta Paula.

Além disso, são feitas avaliações antropométrica, dietética, anamnese etc. “Após as avaliações e os resultados do InBody 370, o paciente, juntamente com o nutricionista, expõe seus objetivos ao contar com o profissional e então são estabelecidas metas para o futuro, que serão atingidas com a orientação e aconselhamento nutricional, um plano alimentar individualizado de acordo com a necessidades do paciente – além de a sua força de vontade para cumpri-lo”, comenta Paula.

A nutricionista relembra que o plano alimentar de cada paciente é diferente, já que cada pessoa possui sua rotina, horários disponíveis para as refeições, necessidades fisiológicas, preferências alimentares, condições econômicas, idade, objetivos, etc. “De nada adianta você ‘pegar’ o plano alimentar de algum amigo porque funcionou bem para ele. Cada plano é feito de maneira personalizada, e o que funciona para algumas pessoas, não funciona para outras”, ressalta.

Para Paula, ser uma pessoa que pratica exercícios regularmente e que deseja manter a saúde sempre em dia exige o acompanhamento de um profissional voltado à área da alimentação. “O exercício é importante, mas ele sozinho não faz milagres – assim como uma alimentação saudável, sem a prática de exercícios, também não alcança todos os objetivos desejados. O ideal é unir os dois, seja você um atleta de alto rendimento, uma pessoa que se exercita regularmente ou até mesmo uma pessoa que não faz exercícios, mas que deseja mudar a sua vida. Comece o quanto antes e perceba o quão bom isso será para você”, conclui a nutricionista.

Serviço: A nutricionista está disposta para fazer parcerias com academias e clubes que estejam afim de realizar avaliações nutricionais em seus esportistas e atletas. Caso tenha interesse, entre em contato por meio do e-mail contato@paulasouzaborges.com.br ou  telefones (41)3282-5776 e (41)9677-6925 (tim).

Superar as dificuldades com determinação: só assim é possível continuar lutando pelo que se quer

0afoto 2Elisa Forchezatto, amazona de 14 anos, mostra que, apesar dos obstáculos, é possível continuar treinando em alto nível

Promessa do esporte paranaense com apenas 14 anos de idade, Elisa Forchezatto já conquistou inúmeros torneios e medalhas, foi indicada ao prêmio de Orgulho Paranaense 2012 na categoria atleta revelação e decidiu começar o ano de 2013 subindo de categoria – depois de terminar o vitorioso ano de 2012 como campeã mirim do ranking da Federação Paranaense de Hipismo (FPrH).

Porém, apesar de ter iniciado 2013 com boas sequências em sua nova etapa, saltando 1,30m, sua égua Daphine JMen, – a única que Elisa possui, – se machucou há cerca de 45 dias e, desde então, a amazona se viu forçada a diminuir os treinamentos, realizando-os com um outro cavalo mais simples, sem saltos.

A previsão de volta de Daphine JMen é para daqui 30 dias, quando irá começar a reabilitação, que dura pelo menos um mês, ou seja: ela só estará realmente curada e preparada para saltar em agosto.

Ciente disso e das competições que vem perdendo ao longo do caminho, Elisa, que desde cedo está acostumada a saltar com a sua égua, já deixou para trás campeonatos importantes em São Paulo, seletivas do Sul-americano e etapas do ranking da FHPr. Para evitar maiores perdas, na primeira segunda-feira de junho, Elisa conseguiu emprestado um cavalo de Sorocaba, chamado de Carpegio JMen I.

Depois de montá-lo por cerca de dois dias, a amazona decidiu participar do Super Campeonato Paranaense de Hipismo de 2013, organizado pela Federação Paranaense de Hipismo.

O campeonato durou três dias, com início no dia seis e término no dia nove de junho – o que somou menos de uma semana de treino entre Elisa e Carpegio. Apesar das dificuldades no meio do caminho, a amazona continuou a disputar o importante campeonato pela categoria de alto rendimento Pré Junior, série 1,30 e saiu de lá como a foi vice campeã paranaense Pre Júnior 2013 com o Carpegio JMen I.

Elisa gostou do cavalo e é certo de que os dois encontraram uma sintonia para trabalharem juntos. Ele está a venda porém manter os dois cavalos seria muito caro. A maior perda nisso tudo é que nas categorias de alto rendimento é preciso dois cavalos para cumprir o calendário anual e disputar os rankings paranaense e brasileiro, assim como para participar de seletivas para campeonatos internacionais, torneios e copas anuais. 

Apesar de se manter com apenas um cavalo, a coragem de ter escolhido competir com menos de uma semana de treino – e, mesmo assim, conquistar o segundo lugar na categoria -, a atitude de superar dificuldades, novos desafios, disciplina, determinação, e tomada de decisões com pouco tempo são determinantes para o progresso e as conquistas de um atleta de alta performance – e, cada vez mais, a jovem amazona demonstra estar inserida no esporte com a responsabilidade que lhe é necessária.

Elisa Forchezatto compete em Florianópolis

0afotoA jovem atleta disputa uma vaga para o Campeonato Americano de Pré-Junior

Nesse fim de semana, entre os dias 12 e 14 de abril, a amazona paranaense, Elisa Guimarães Forchezatto, estará em Florianópolis, cidade em que competirá por uma vaga na seletiva para o Campeonato Americano de Pré-Júnior.

O evento, que acontecerá na Sociedade Hípica Catarinense, na capital de Santa Catarina, decidirá vagas para o Campeonato Americano de Pré-Júnior, que acontece entre os dias 17 e 23 de setembro, em Rosário, na Argentina. Elisa, que só tem 14 anos, treina quatro vezes por semana, e, com muita dedicação e disciplina, espera conseguir essa vaga.

http://elisaguimaraesamazona.blogspot.com.br

FPRB realiza Prêmio Destaque 2012

Evento que acontecerá no dia 13 de abril vai homenagear os destaques do basquete paranaense

 Uma noite de gala para homenagear os atletas e apoiadores do basquete no Paraná. Este é o principal objetivo do Prêmio Destaque 2012, que será promovido pela Federação Paranaense de Basketball (FPRB), no sábado (13 de abril) às 20h, no Restaurante Madalosso em Santa Felicidade.

O presidente da FPRB, Amarildo Rosa, recém reeleito a frente da entidade, vai premiar atletas, técnicos, clubes, árbitros, personalidades da política e da imprensa que apóiam as iniciativas do basquete no estado em 2012.

O evento, que chega a sua oitava edição, vai contar com a presença da eterna rainha do basquete, Hortência Marcari, que é presidente de honra da FPRB, com o presidente da Confederação Brasileira de Basketball (CBB), Calos Nunes, e com o presidente da Federação Internacional de Basketball – FIBA América, Horácio Muratori, que virá de Porto Rico especialmente para o evento.

A FPRB também irá homenagear atletas e técnicos que tiveram destaque nos Centros de Excelência do Basquete, realizado nas cidades de Araucária, Campo Largo, Curitiba e Fazenda Rio Grande, com o patrocínio da Unimed Curitiba.

O Troféu Prêmio Destaque entregue aos homenageados, foi criado com o intuito de valorizar as pessoas que trabalham em prol do desenvolvimento do basquete no Paraná.

Serviço: Prêmio Destaque 2012
Dia 13 de abril (sábado), ás 20h, no Restaurante Madalosso
Avenida Manoel Ribas, 5875, em Santa Felicidade.
Informações: (41) 3264 3286
www.fprb.com.br

Curitiba sedia Etapa do Campeonato Brasileiro de Enduro de Regularidade

Você já ouviu falar de Enduro de Regularidade? É uma competição praticada por motocicletas exclusiva Off Road, praticado em trilhas, estradas abandonadas, e estradas secundárias.  Com percurso médio de 150km por dia de prova, cada piloto recebe uma planilha(mapa)com todo o trajeto a ser percorrido. Um dos pontos fundamentais da competição é que existe um horário ideal de passagem nos Postos de Controle e a cada segundo adiantado ou atrasado acarreta na perda de pontos. Vence o piloto que perder menos pontos.

Este ano a cidade de Curitiba foi escolhida para sediar a 15ª e 16ª etapas do Campeonato Brasileiro do Enduro de Regularidade, também serão realizadas na mesma data a 6ª e 7ª etapas do Campeonato Sul Brasileiro e a 11ª e 12ª etapas do Campeonato Paranaense e a etapa da Copa TCC.

De Acordo com o Diretor de Marketing do evento Marcelo Ribeiro a competição vai reunir mais de 250 pilotos de todo o Brasil. Marcelo ressalta ainda que em virtude da prova reunir vários campeonatos na mesma data, existe uma expectativa muito grande na quebra de recorde no número de pilotos inscritos numa mesma prova.

O evento tem organização da Equipe Lavailama e apoio do Trail Clube de Curitiba.   A competição será realizada nos dias 29 e 30 de setembro, em Curitiba.

Atacante da Escola Furacão é escolhido “Bola Cheia” do Fantástico

O jovem Derick Pazzetto, 13 anos, aluno da Escola Furacão de Jaraguá do Sul (SC) e atacante da equipe pré-infantil do Atlético Paranaense, foi escolhido como destaque do mês de outubro do quadro “Bola Cheia”, exibido aos domingos pelo programa Fantástico, da TV Globo. A equipe da emissora já esteve na cidade do garoto, em Santa Catarina, onde gravou material que irá ao ar no programa deste domingo (6), a partir das 20h45.

Derick concorreu e venceu com o golaço – o segundo na vitória atleticana por 8 a 0 – que marcou sobre o Olímpico, dia 25 de setembro, pela Segunda Fase do Campeonato Metropolitano Sub-13. “É uma sensação muito boa. Estou muito feliz com essa vitória. Agradeço bastante aos meus amigos e familiares e a toda torcida atleticana que votaram em mim”, falou Derick.

O jogador é o artilheiro do Furacão no torneio de 2011 em Curitiba, com 20 gols. Líder da Segunda Fase com 20 pontos ganhos, o time comandado pelo técnico Gilmar Silva tem um jogo decisivo neste domingo (6). O Rubro-Negro vai ao CT da Graciosa (zona norte da capital paranaense), onde, a partir das 10h15 da manhã, faz o clássico contra o Coritiba – segundo colocado, com 18 pontos. Uma vitória diante do arquirrival garante aos atleticanos o título do atual estágio da competição e uma vaga na final do torneio contra o Trieste, vencedor da Primeira Fase.

Serviço: As equipes mirim e pré-infantil do Atlético Paranaense são representadas pelas seleções da Escola Furacão, a escola de futebol oficial do CAP. Saiba mais acessando www.atleticoparanaense.comSecretaria da Escola Furacão. Rua Buenos Aires, 1260 – Arena. Telefone:            (41) 2105-5607      . E-mail: escola.furacao@atleticopr.com.br.

Elisa Guimarães Forchezatto sobe no pódio mais uma vez

No dia (09/10) Elisa Guimarães Forchezatto, 12, conquistou o vice-campeonato no Campeonato Paranaense de Amazonas, em Londrina (PR). A amazona disputou a série 1,10 m, com sua égua Daphine JMen.

“É uma vitória atrás da outra, fico muito orgulhosa. E o que traz mais felicidade não são apenas as medalhas, mas também o que o hipismo tem ensinado a Elisa. Este é um esporte que exige dedicação e disciplina, aspectos que se refletem na vida pessoal”, destaca Rita de Cássia Cassou Guimarães, mãe da amazona.

Com este segundo lugar Elisa conseguiu uma vaga para disputar o Campeonato Brasileiro de Amazonas, que acontecerá em novembro no Rio de Janeiro. No concurso brasileiro a pequena amazona concorrerá individualmente na categoria Pré-mirim e pela equipe do estado do Paraná.

Escola Furacão vai à Disney Cup

Reunião na segunda-feira, dia 19, apresentará detalhes sobre participação no torneio internacional

Está confirmado. A Escola Furacão representará o Atlético Paranaense na Disney Cup International Youth Soccer Tournament, com jogadores de até 15 anos de idade. As partidas, previstas para julho de 2012, serão realizadas no ESPN Wide World of Sports Complex, complexo esportivo da rede de televisão ESPN, localizado no resort Walt Disney, na cidade de Orlando, Estados Unidos.

Em oito dias de evento, além de participar do torneio e ter à disposição toda a estrutura de alimentação e acomodação do local, os jovens atletas visitarão os parques temáticos do Walt Disney World. A edição de 2012 começa em julho do ano que vem.

Com mais de uma década de história, a Disney Cup recebe todos anos centenas de meninos e meninas, de 9 a 17 anos de idade, que vão a campo defender as cores de equipes de várias partes do mundo. Esta será a primeira participação do Furacão na competição.

Para apresentar mais detalhes sobre como fazer participar de tal projeto, nesta segunda-feira (19) a escola de futebol oficial do CAP realiza na Arena da Baixada, a partir das 19h, um coquetel aberto a pais, alunos e demais interessados. Na ocasião, ainda será anunciada parceria com a Coca-Cola para os próximos eventos da entidade, como o IV Furacão Soccer Camp e as viagens internacionais.

Serviço: Secretaria da Escola Furacão. Rua Buenos Aires, 1260 – Arena da Baixada. Telefone: (41) 2105-5607. E-mail: escola.furacao@atleticopr.com.br

Ex-jogador do Atlético empolga platéia no 19º encontro do Círculo de História Atleticana

Aconteceu na Baixada o 19º encontro do Círculo de História Atleticana, que teve como convidado Alberto Valentim do Carmo Neto, lateral direito do Atlético na década de 90 e 2000. “Foi o primeiro encontro com um jogador da nova geração, então todos os presentes viram Alberto jogar. Desta forma a dinâmica foi um pouco diferente dos outros encontros, com a platéia participando mais, já que a maioria se interessou em fazer perguntas ao ex-jogador”, conta Milene Szaikowski, criadora e organizadora do encontro.
Além de jogar no Furacão, Alberto também atuou nos times nacionais São Paulo, Cruzeiro e Flamengo e nas equipes européias Udinese e Siena. O jogador foi eleito pela Revista Placar o melhor lateral-direita do Campeonato Brasileiro de 1996. “Alberto se mostrou extremamente atleticano. Segundo ele, desde o seu primeiro contato com o Atlético percebeu um sentimento diferente em relação ao clube. Mais que um jogador, ele é um torcedor do Atlético, tanto é que fez questão de encerrar sua carreira no rubro-negro”, afirma Milene.
Durante o encontro Alberto ressaltou a força da torcida atleticana na Baixada e contou aos presentes como era sentir essa energia dentro de campo. Boas histórias não faltaram neste evento. “Foi um encontro muito agradável. No começo a timidez e formalidade tomaram conta, mas aos poucos o bate-papo ficou mais solto, bastante revelador e tomou conta do ambiente. Alberto contou grandes histórias, fez grandes revelações e boas descrições. O sentimento de atleticanismo puro demonstrado pelo Alberto foi simplesmente espetacular”, comenta Odirley Ieger, torcedor que acompanhou o 19º Círculo.

Círculo de História Atleticana de março é cancelado

O 19º encontro do Círculo de História Atleticana, que aconteceria nesta quinta-feira (31), na sala de imprensa da Baixada foi cancelado. “Infelizmente o convidado Lauro Rego Barros não poderá comparecer e como está em cima do evento ele terá que ser cancelado”, afirma Milene Szaikowski, criadora e organizadora do evento.
Szaikowski pede que todos continuem acompanhando o blog do Círculo para ter maiores informações e saber quando será a próxima reunião. “É uma pena, mas tenho certeza que em outra oportunidade poderemos conhecer a fundo a história de Barros, que foi jogador, vice-presidente e presidente do Atlético”, ressalta.

Círculo de História Atleticana
WWW.circuloatleticano.wordpress.com
WWW.twitter.com/circulohistoria

Orgulho de ser atleticano

Milene Szaikowski, Waldomiro Galalau e Professor Heriberto

Na última quinta-feira (17) foi realizado o primeiro Círculo de História Atleticana de 2011. O tradicional encontro reuniu 50 pessoas de diversas gerações de torcedores. Todos tiveram a oportunidade de conhecer uma pouco mais da história de Waldomiro “Galalau”, zagueiro da equipe mais emblemática da história do Atlético, o Furacão 49. Entre os participantes estava presente um ex-jogador do juvenil de 1962 (Irati) e um torcedor que veio de São Paulo especialmente para participar do encontro.
Galalau, 85, relembrou todos os fatos como se tivessem acontecido recentemente. Contou muitas histórias de quando jogou no Atlético, de 1943 a 1952, período em que formou a dupla de zaga com o jogador Nilo Biazetto. “Ele relembrou jogos importantes, os Atletibas históricos, os ex-presidentes, jogadores com os quais atuou, falou ainda das festas de comemoração de títulos e muitas outras histórias”, conta Milene Szaikowski, criadora e organizadora do Círculo.
Até hoje o Atlético faz parte da vida de Galalau, que não perde um jogo sequer do time. Segundo o jogador, ele costuma ir até o CT do Caju pra dar suas “cornetadas” no time atual. “Em cada visita eu converso com os jogadores e explico como eles podem se portar melhor em campo”, ressalta Galalau, que arrancou gargalhadas dos participantes do Círculo ao contar os conselhos que dá aos atuais jogadores. “Sem dúvida foi a noite mais divertida de todos os encontros do Círculo de História Atleticana”, considera Milene.
Para Giancarllo Belletti, marinheiro de primeira viagem no Círculo, o encontro fez com que ele sentisse ainda mais orgulho da história rubro-negra. “Agradeço a oportunidade de participar do Círculo, parabenizo o belo trabalho realizado pela Milene, pelo professor Heriberto e principalmente ao convidado deste encontro. Galalau provou conhecer o futebol muito bem taticamente e com muito bom humor soltou suas cornetadas na atual equipe e em jogadores que já vestiram a camisa rubro-negra. Após o evento, deixando a Baixada, me senti mais atleticano”, ressalta.
Wellington Pereira, que também participou pela primeira vez do encontro, afirma que ficou fascinado pela grandeza histórica do clube.
“É incrível ter a oportunidade de ver um ex-jogador como o Galalau, que ajudou a construir a nossa história, falar sobre como eram abnegados os jogadores na sua época, jogando pura e simplesmente pelo amor ao futebol e, sobretudo, pelo Atlético”, declara. O torcedor também afirma que todos os atleticanos podem se orgulhar muito dos 86 anos de história do clube. “Muitos outros anos virão, muitos outros jogadores iguais ao Galalau e aos craques de 49 vão vestir nossa camisa, mas uma coisa permanecerá imutável como permaneceu até aqui: o orgulho de ser atleticano”, enfatiza.
Por recomendações médicas, o ex-jogador Jackson do Nascimento não pode comparecer ao encontro.

‘O Furacão 49’ é tema do 18º Círculo de História Atleticana

Hoje,  quinta-feira (17), a partir das 19 horas, acontece o 18º Círculo de História Atleticana no estádio do Clube Atlético Paranaense. O encontro terá como tema ‘O Furacão 49’, em referência aos jogadores Jackson do Nascimento e Waldomiro Galalau que faziam parte do time desta época e que estarão presentes no encontro. No evento o professor e historiador do clube Heriberto Ivan Machado também estará presente .
“Este é o primeiro encontro de 2011 e a expectativa é muito boa. Já que os convidados fizeram parte do time mais emblemático da história do Atlético, o Furacão de 1949.”  São histórias e curiosidades compartilhadas com torcedores que são apaixonados pelo Atlético e a cada encontro surgem novos participantes”, ressalta Milene Szaikowski, criadora e organizadora do Círculo.
A participação é gratuita e deve ser confirmada por email até o dia 16 de fevereiro, véspera do encontro. Somente as pessoas que confirmaram a presença poderão participar, já que as vagas são limitadas.
Data: 17/02/2011 (quinta-feira)
Horário: das 19h às 22h
Local: Baixada – 4º andar (entrada pela R. Buenos Aires, 1260)
Convidados:
Jackson do Nascimento
(jogador do Furacão 49)
Waldomiro Galalau
(jogador do Furacão 49)
Prof. Heriberto Ivan Machado
(Historiador do Clube)
Organização: Milene Szaikowski
Confirmação de presença: Para participar do encontro é indispensável a confirmação de presença por e-mail (circuloatleticano@yahoo.com.br) até 16/02/11, véspera do encontro. Somente será permitida a entrada das pessoas que tiverem confirmado a presença por e-mail.
As vagas são limitadas. Não há custo para participação.
Apoio/Serviço: O evento terá apoio do Prajá Comes e Bebes.
Informações: O estacionamento do estádio é terceirizado.

19 de fevereiro, Dia do Esportista

Seja você atleta de fim de semana, ou praticante contumaz de qualquer atividade física, saiba que neste sábado, dia 19 de fevereiro, é celebrado em todo o Brasil o Dia do Esportista. A data representa uma boa oportunidade para incentivar alguém que você gosta a acompanhá-lo no exercício físico, ou estimular para que se dedique ainda mais a algo que só traz benefícios para a saúde. Para encontrar o presente ideal, a sugestão é o Shopping Curitiba, que reúne um mix variado de lojas esportivas. Para quem curte malhar em casa, a Athletic no piso L3 vende aparelhos diversos para atividades aeróbias ou anaeróbias. Por R$ 958,00, já é possível levar uma esteira.
Se o presenteado for adepto de esportes radicais, na 30 Pés, piso L1, há grande variedade de equipamentos, com prancha a partir de R$ 833,00 e skate por R$ 155,00. Um piso acima, perto da entrada da Avenida 7 de Setembro, a Traxart tem patins in line por R$ 262,00. E como a nutrição é muito importante para os esportistas em geral, a VitaFit oferece toda gama de repositores, como proteínas e hipercalóricos. Lá, o repositor energético maltodextrina sai por apenas R$ 12,00. Saiba mais sobre a oferta de lojas com produtos esportivos acessando http://www.shoppingcuritiba.com.br.

Equipe Magnett Racing termina Transparaná 2011 em 9º lugar

A equipe de Curitiba do piloto Edson Magnett e do navegador Rodrigo Borges enfrentou muitos problemas durante o Raid Transparaná. No primeiro dia de competição, quebrou a suspensão da Pajero nº 28. No terceiro dia ela capotou e no quinto dia teve a tomada de ar trancada pelo mato. Mesmo assim, superando limites, a dupla da Magnett Racing chegou até o fim da competição, completou os 1.600 quilômetros em seis dias de prova e terminou Raid na nona posição da categoria Master.
A Magnett Racing iniciou maratona do Raid no dia 24 de janeiro, em Guaira, no oeste do Paraná, e finalizou última etapa com a chegada a praia de Caiobá, em Matinhos, no litoral do estado, no último dia 29. “Só o fato de chegar ao final de uma competição da dimensão do Transparaná é mais do que uma vitória. O sentimento é o mesmo do que se tivesse alcançado o título”, destacou o piloto na chegada ao litoral.
Na opinião de Magnett, o Transparaná 2011 foi uma prova de alto nível. “A competição foi muito técnica e com médias altas de velocidade. As dificuldades aumentavam ainda mais quando chovia, mas é o tipo de prova na qual realmente predominam os melhores competidores. Não conseguimos uma melhor classificação pela falta de sorte, por tantos problemas que tivemos que enfrentar ao longo da competição e pelo pouco entrosamento com o navegador, já que foi a primeira vez que disputamos uma prova juntos”, finalizou o piloto Magnett.
No Transparaná 2011, a equipe Magnett Racing foi patrocinada pela OR Capas Automotivas e Vidi Importados e teve o apoio da Copiadora Nicarágua, Academia Estilo de Vida, Acival Multimarcas e Destak Hospitalares.

Magnett Racing entra na disputa do Raid Transparaná

A equipe Magnett Racing está na briga pelo título do Transparaná 2011. O Raid começou na manhã desta segunda-feira (24), em Guaira, no Paraná. A dupla do piloto paranaense Edson Magnett e do navegador catarinense Rodrigo Borges largou na 16ª posição da categoria master, a mais importante da prova.
A classificação da largada foi definida no Super Prime, disputado na tarde deste domingo (23). A dupla da Magnett Racing não conseguiu um bom desempenho no mini circuito de aproximadamente três quilômetros montado no Centro Náutico de Guaira, ficando com a 16ª colocação.
No primeiro dia de prova, agora em circunstâncias bem diferentes, a equipe de Curitiba vai percorrer 258 km até Cascavel, durante mais de 8 horas, buscando um bom desempenho para finalizar as duas primeiras etapas do raid entre os primeiros colocados. A equipe Magnett Racing é patrocinada pela OR Capas Automotivas e Vidi Importados e tem o apoio da Copiadora Nicarágua, Academia Estilo de Vida, Acival Multimarcas e Destak Hospitalares.

Jeep Clube de Curitiba realiza prova experimental do Transparaná 2011

A equipe técnica do Jeep Clube de Curitiba e profissionais da Kolling Racing estão viajando pelo interior do Paraná, em prova experimental do Transparaná 2011. O objetivo é realizar a verificação do trajeto, a conferência de tempos e velocidades e a metragem das planilhas para que o maior raid das Américas não contenha erros técnicos, além de ser realizado com total segurança.
A exemplo de outras grandes competições, o Transparaná 2011 será profissionalizado. A organização da prova, desde o levantamento do percurso até a direção geral, está a cargo da empresa Kolling Racing, que atualmente está à frente de outras grandes competições nacionais como o Mitsubishi Cup e o Motorsport. “O objetivo é ter uma prova tecnicamente impecável. Com a organização de uma empresa profissional, a margem de erro se torna praticamente nula, o que eleva o nível de competitividade e garante a satisfação dos participantes”, afirmou Rone Branco, presidente do Jeep Clube de Curitiba.
A prova experimental está sendo realizada em dois veículos novos da Troller, patrocinador oficial do evento. Os veículos também estarão à disposição da organização durante a 17ª edição do raid, que acontece de 23 a 29 de janeiro, largando de Guaira, no oeste do estado, e terminando o percurso em Caiobá, no litoral paranaense. Serão seis dias de prova, além de um super prime, prova que será disputada no dia 23 (domingo), em Guaíra, prometendo esquentar os motores e aquecer todas as duplas. O desafio definirá o grid de largada da primeira de 12 etapas da prova.
São 62 equipes de todo o Brasil confirmadas no desafio, sendo 36 duplas do Paraná, 15 de Santa Catarina, cinco de São Paulo, duas de Minas Gerais, duas do Mato Grosso, uma do Rio de Janeiro e uma do Mato Grosso do Sul. As inscrições ainda estão abertas e podem ser feitas pelo site http://www.transparana.com.br, na secretaria do Jeep Clube de Curitiba, na Rua Dr. Nelson de Souza Pinto, 1298, no bairro Ahú, em Curitiba ou até o dia 22 na secretaria da prova em Guaira. Mais informações pelos telefones: (41) 3352-5063 e 7816-1087.
O Transparaná 2011 conta com o patrocínio da Troller, Trilha Eurocar, Ekron Guinchos, Off Limits, Northstar Motors, Itaipu Binacional e das Prefeituras de Curitiba e Guaira, além do apoio da Confederação Brasileira de Automobilismo, Federação Paranaense de Automobilismo, Sindicosbustíveis, Sanepar, Rádio 98 FM, Mamute Off-Road, Apolar Imóveis, Postos Tonin, Fox Fire, Trevauto Veículos, Acassius Adesivos, Fábrica das Cópias e das Prefeituras de Palotina, Cascavel, Campo Mourão, Apucarana, Telêmaco Borba e Matinhos.

Programação 17ª edição Transparaná:

24.01 – Guaira a Cascavel
25.01 – Cascavel a Campo Mourão
26.01 – Campo Mourão a Apucarana
27.01 – Apucarana a Telêmaco Borba
28.01 – Telêmaco Borba a Curitiba
29.01 – Curitiba a Praia de Caiobá em Matinhos

Em 2011 procure a Atividade Física certa para você!!

Comece o ano diferente, traga mais saúde para à sua vida. Para muitas pessoas pensar em academia,  é sinal de alteres, caneleiras, esteiras e muita agitação. Esse tipo de atividade nem sempre agrada a todos e como a intenção do exercício é também proporcionar prazer, existem outras modalidades que trazem grandes benefícios, aumentando força e tônus muscular, melhorando o alongamento e o sistema cardio respiratório. É o caso do pilates, yoga e a dança,  modalidades que vêm conquistando muitos adeptos, especialmente aqueles que fogem das ginásticas convencionais. A yoga aumenta a flexibilidade e a força dos músculos, melhora a postura, estimula a circulação sanguínea, ajuda a concentração, o equilíbrio emocional,  depressão e  coordenação motora.  Já o pilates é uma técnica que consiste na conscientização e reeducação corporal, pois trabalha a força, a tonificação e o alongamento de forma ampla e ainda contribui de forma efetiva no alinhamento e postura global do corpo, definindo a barriga e melhorando a capacidade respiratória, assim tonificando os músculos e articulações. A  dança proporciona flexibilidade, melhora o condicionamento aeróbico, aprimora a coordenação motora e a perda de peso.  Segundo o coordenador da Academia Corpus Luciano do Valle,  ”Os benefícios das aulas são percebidos pelo aluno, pois os resultados vão muito além do bem-estar físico. Luciano aconselha que o importante é achar uma modalidade que agrade e principalmente traga prazer. Uma vida ativa, associada a uma dieta adequada, constitui importante fator na promoção da saúde”.

Giovanna Sobania vence prova principal na última etapa do Ranking de Hipismo da SHPR

Giovanna Sobania

Terminou dia (19) a última etapa da 2ª Fase do X Ranking de Hipismo da Sociedade Hípica Paranaense (SHPr). O concurso teve a participação de mais de 260 conjuntos nos três dias de competição. “O clube ficou cheio todos os dias e foi uma surpresa o grande número de pessoas que vieram conferir esta última etapa. Nós agradecemos a participação de todas as entidades, dos cavaleiros e também dos patrocinadores”, ressalta Vailton Jaci Cordeiro, diretor geral da Hípica.
Vailton, mais conhecido como “Baíca”, afirma que as provas estavam tão disputadas que era impossível saber quais seriam os campeões, a cada percurso tudo podia mudar. “A disputa foi muito boa e eu fico muito contente com isso, pois o ranking da Hípica cresce cada vez mais, sempre com nível técnico excelente e maior número de competidores”, assegura.
Cavaleiros e amazonas de diversas categorias participaram das provas. Na prova de 1,40 m – considerada a principal – não faltou emoção e o público comemorou com cada atleta, em especial quando o percurso era concluído sem faltas. “O percurso estava bem delicado e eu subi nesta etapa, por isso foi a primeira prova de 1,40 que eu disputei”, conta Giovanna Sobania.
A amazona conquistou o primeiro lugar nesta prova e teve que ‘correr’ contra o tempo para vencer. Giovanna disputou a liderança com Jaime Canet e Gustavo El-Jaick, que também zeraram o percurso e foram para o desempate. “Entrei por último e fiz o máximo para passar o tempo do Gustavo. Fiquei muito feliz com o resultado”, comemora a atleta que fez 34,98 contra 36,35 segundos de El-Jaick. Canet zerou o percurso em 40,84 segundos e ficou com o terceiro lugar.
Para El-Jaick o percurso foi muito bom e o resultado melhor ainda. “Faz apenas um mês que estou com este cavalo e em quatro semanas tive que dar uma acelerada para concorrer no ranking. Tudo que planejei consegui fazer, o animal pulou bem e com velocidade”, destaca.
O ranking deu mais de R$35 mil em prêmios para os primeiros lugares e teve como patrocinadores a Helisul – empresa de prestação de serviços aéreos -, o HSBC, o Haras Fischer, Releve Materiais Hípicos, HDB e a CIA do Cavalo. “Graças aos patrocinadores pudemos oferecer diversos prêmios aos atletas”, acrescenta Baíca.
O evento foi encerrado com a divertida prova dos tratadores e com uma prova show com coringa. O vencedor, o cavaleiro Peterson de Paula do Círculo Militar do Parará, ganhou R$ 1.500,00. Paula Alho, da Escola Força Livre de Londrina, conquistou o segundo lugar e Giovanna Sobania, da SHPr, ficou com a terceira posição.

Confira o resultado da prova de 1,40 m – categoria Sênior

1º Giovanna Sobania
2º Gustavo El-Jaick
3º Jaime Canet

Mais de 25 mil em prêmios no Transparaná 2011

O Jeep Clube de Curitiba está preparando um novo Transparaná para a edição 2011, mais profissional e com desafios de tirar o fôlego. Além disso, muitos prêmios aguardam pelos pilotos e navegadores que chegarem ao topo do pódio. São cerca de R$ 25 mil em prêmios, entre eles uma scooter da Northstar, modelo Bella 0 km. A prova acontece de 23 a 29 de janeiro, largando de Guaíra, no oeste do Paraná, e finalizando o desafio de aproximadamente 1.500 quilômetros em Caiobá, no litoral do estado.
As duplas vencedoras das categorias Master, Graduados, Jeep e Junior ganharão uma chave premiada. Aquela que fizer funcionar a scooter da Northstar (www.northstarmotors.com.br), leva para casa o veículo 0 Km. Os vencedores de cada categoria também ganham um par de amortecedores offshox da Offlimits e uma hospedagem de um fim de semana para duas pessoas no Resort Costão do Santinho, em Santa Catarina.
Além da premiação, serão sorteados quatro guinchos da Ekron entre os participantes, dois do modelo E9500 e dois do E12000, um para cada categoria. Também serão sorteados entre todos os competidores uma inscrição para o Rally Berohokã 2011 e meia inscrição para o Transcatarina 2011. Os participantes da Turismo, categoria de passeio destinada a iniciantes, concorrem a um jogo de pneus maxxis, oferecido pela Manute Off-Road.
“São muitos prêmios, mas o que vai fazer a cabeça de pilotos e navegadores é esse novo evento que estamos preparando, com trilhas inéditas e muita adrenalina. Será uma grande aventura”, garante o presidente do Jeep Clube de Curitiba, Rone Branco. Entre as novidades da 17ª edição do Transparaná está um super prime, prova que será disputada no dia 23 (domingo), em Guaíra, prometendo aquecer todas as duplas. O desafio define o grid de largada da primeira de 12 etapas do Transparaná 2011.
As inscrições estão abertas e podem ser feitas pelo site do Transparaná, no http://www.transparana.com.br ou diretamente na Secretária do Jeep Clube de Curitiba, na Rua Dr. Nelson de Souza Pinto, 1298, no bairro Ahú. Mais informações pelos telefones: (41) 3352-5063 e 7816-1087.

Campeões do golfe no Graciosa

No último dia 11, o Graciosa Country Club organizou o tradicional torneio Field Day de Golfe, fechando as atividades de 2010. As partidas foram disputadas, por equipes, na modalidade Texas Scramble. Os campeões com melhor Gross foram os golfistas Mauro Guimarães Filho, Carlos Rosenmann, Ricardo Mello e Guilherme Costa. Durante o tradicional almoço de encerramento, na casa de festas, também foram premiados os melhores golfistas de 2010 que pontuaram para a Taça Mauro Leitner Guimarães. Ainda foram premiados os campeões dos jogos de match play que começaram em setembro e terminaram em dezembro. O evento contou com os patrocínios do HSBC e da MM Construtora.

17º Círculo de História Atleticana encerra 2010 com chave de ouro

Com mais de 40 torcedores presentes, o 17º Círculo de História Atleticana – o último deste ano – que aconteceu ontem (09), foi um sucesso. O convidado da noite foi Valmor Zimmermann, personagem importante na história do clube e que atualmente ocupa o cargo de diretor de futebol. “O número de participantes foi o recorde de todos os encontros. Com certeza o fato de ser na Baixada, a nossa casa, fez com mais gente participasse, inclusive alguns torcedores que foram pela primeira vez. Estou super feliz, o encontro foi sensacional”, ressalta Milene Szaikowski, criadora e organizadora do Círculo.
O evento também contou com outras presenças ilustres, como o presidente Marcos Malucelli, o diretor de marketing Paulo Verardi, Roberto Karam, o professor e historiador do clube Heriberto Ivan Machado e José Francisco Schiavon – que foi médico do Atlético e vice-diretor do departamento médico do CAP durante a gestão de Zimmermann. “Schiavon tratava e operava os jogadores de graça, pois o clube não tinha condição de pagar pelos tratamentos. Ele e Zimmermann ficaram emocionados ao relembrar as diversas histórias que viveram juntos, superando as dificuldades financeiras do Atlético”, afirma Milene.
Durante o encontro, Zimmermann – que já foi presidente do clube em duas gestões – contou muitas histórias dos seus 37 anos de amor e dedicação ao clube. Ele falou das contratações que fez, dos jogadores com os quais trabalhou e também sobre as soluções que eram encontradas para resolver os problemas do clube. “Foi uma das pessoas que mais fez pelo Atlético em toda a história. Em suas gestões fez questão de manter os salários todos em dia, coisa que era rara no Atlético na década de 80”, acrescenta a organizadora.
Milene não esconde a alegria de estar entre as pessoas que fizeram e fazem parte da história do Furacão e acredita que eles merecem todas as homenagens possíveis. “Também foi uma satisfação contar com a presença dos diretores do Atlético, principalmente do presidente Marcos Malucelli. Isso é prova do reconhecimento pelo trabalho que venho fazendo há dois anos apenas por amor à história do clube. Sou muito grata aos diretores por terem me cedido um espaço para que os encontros acontecessem dentro da Baixada”, enfatiza.
Para Jacob Baulhout Junior, atleticano que participa desde o primeiro encontro do Círculo, este foi o melhor. “O 17º Círculo de História Atleticana com certeza está na lista dos melhores encontros realizados até hoje”, garante. Daniel Portela, que logo após o encontro mandou um email para Milene, agradeceu a oportunidade de participar do Círculo e parabenizou a organizadora pela iniciativa. “É um espaço onde nós atleticanos podemos compartilhar a história do nosso querido Furacão”, declara.

Basquete: Hortência participa de Festival em Araucária e Fazenda Rio Grande

Hoje, quinta-feira (09), a rainha do Basquete, Hortência Marcari, vem a Curitiba para o  Festival Internúcleos de Basquetebol, que será realizado nos municípios de Araucária e Fazenda Rio Grande.
Promovido pela Federação Paranaense de Basketball, o evento irá marcar o encerramento do ano nos Centros de Excelência, que fazem parte do projeto da ex-atleta patrocinador pela Unimed Curitiba e que visa ajudar na formação do caráter da criança e do adolescente, formando cidadãos participativos, desenvolvendo todo o seu potencial e preparando-os para o futuro.
Hortência estará presente na premiação e irá entregar as medalhas de participação aos atletas, juntamente com o presidente da Federação Paranaense de Basquete, Amarildo Rosa.

Confira os locais e horários:
11h – Fazenda Rio Grande
CEFAZ (Gurizão)
14h30 – Araucária
Ginásio Parque da Cachoeira
Informações: (41) 3264.3286

Último Círculo de História Atleticana do ano traz Valmor Zimmermann

Na próxima quinta-feira (09), será realizado o último Círculo de História Atleticana de 2010, das 19 às 22 horas, no estádio do Clube Atlético Paranaense. Depois de dois anos de atividades, o encontro passará a acontecer na Baixada. “Meu trabalho foi reconhecido pela diretoria do Clube Atlético Paranaense, que cedeu um espaço para a realização dos encontros. Não há melhor lugar para a realização do Círculo do que a nossa casa, a Baixada. Estou muito feliz e tenho a certeza de que assim mais atleticanos poderão participar”, comemora Milene Szaikowski, criadora e organizadora do Círculo.
O convidado especial desta noite será Valmor Zimmermann, um dos maiores nomes da história do clube. Segundo Milene, Zimmermann é ligado ao Atlético de maneira intensa e esteve à frente do clube em cargos e conquistas importantes, como o Campeonato Brasileiro de 2001. “Na década de 70 ele fez parte da Retaguarda Atleticana, grupo que se uniu com o objetivo de ajudar o Clube que passava por dificuldades financeiras. Depois foi presidente em várias gestões e ainda hoje faz parte do Atlético”, conta.
Zimmermann foi presidente do Atlético nos anos de 1984, 1985, 1988 e 1989, presidente da Comissão de Obras da volta à Baixada em 1994 e Campeão Paranaense em 1985 e 1988. Em 2001 voltou ao clube como Supervisor de Futebol do time que foi Campeão Brasileiro, se afastou por mais algum tempo e em 2010 assumiu o cargo de diretor de futebol. “Durante uma de suas gestões o Atlético adquiriu o patrimônio do Parque Aquático (PAVOC), que posteriormente foi vendido e possibilitou a compra do terreno do CT do Caju”, afirma.
Para Milene ter Zimmermann como convidado do último encontro do ano é fechar o Círculo de 2010 com chave de ouro. “Contar com a presença dessa fígura ímpar é um grande orgulho para o Círculo de História Atleticana. Pois se existe uma pessoa que trabalhou em prol das coisas do Atlético, essa pessoa é Valmor Zimmermann. Ele merece todas as homenagens possíveis da torcida atleticana por tudo que já realizou pelo clube”, finaliza.

Serviço: Círculo de História Atleticana com Valmor Zimmermann
Data: 09/12/2010 (quinta-feira)
Horário: das 19h às 22h
Local: Baixada – 4º andar (entrada pela R. Buenos Aires, 1260)
Tema: A história de Valmor Zimmermann no Atlético
Convidados:
Valmor Zimmermann (Presidente do Atlético nos anos de 1984, 1985, 1988 e 1989 e atual diretor de futebol do Clube).
Prof. Heriberto Ivan Machado (Historiador do Clube)
Organização: Milene Szaikowski
Confirmação de presença: Para participar do encontro é indispensável a confirmação de presença por e-mail (circuloatleticano@yahoo.com.br) até 08/12/10, véspera do encontro. Somente será permitida a entrada das pessoas que tiverem confirmado a presença por e-mail. As vagas são limitadas. Não há custo para participação.
Apoio: O evento terá apoio do Prajá Comes e Bebes.
Informações: O estacionamento do estádio é terceirizado.

Prova interna na Sociedade Hípica Paranaense reuniu mais de 50 conjuntos

Dia (04) acontece a prova interna da Sociedade Hípica Paranaense (SHPr), no bairro Tarumã, em Curitiba. Mais de 50 conjuntos se inscreveram para participar das provas que abrangem as categorias de 0,80 m até 1,30 m.
Segundo Astolpho Macedo Souza Neto, presidente do clube, as provas servem como treinamento. “Existem espaços de tempo entre as provas importantes e a SHPr não pode ficar sem atividades, então promovemos a prova interna para que os cavalos e cavaleiros possam dar sequência na atividade física”, ressalta.
O cavaleiro Thalison Diego Soares – que irá representar o Brasil na categoria Júnior no CSIO Mercosul da Juventude no Centro Hípico e Haras MD em Passo Fundo (RG) – afirma que a prova interna permite fazer os ajustes com o cavalo. “Ela ajuda a preparar o cavaleiro e os resultados dão uma boa base de como o conjunto está”, ressalta.
Para Thalison, o treinamento deve ser diário e ter disciplina é fundamental. “O cavalo é um animal e ele sente dor, tem sentimentos e nós temos que procurar entendê-lo e ter paciência para lidar com ele no dia a dia. Eu treino seis dias por semana e não venho segunda porque a Hípica não funciona. Tem que se dedicar” , considera.
A amazona Tania Louise Greuel também considera importante participar das provas internas. “Eu pulo todas as provas com empenho, me dedico muito a todas, eu acho que o cavalo merece isso”, destaca a atleta que salta há mais de 20 anos.

Offlimits será um dos patrocinadores do Transparaná 2011

A Offlimits firmou parceria com o Jeep Clube de Curitiba e será um dos patrocinadores da 17ª edição do Transparaná. A empresa vai oferecer quatro pares de amortecedores OffShox traseiro, modelo FX5, próprio para veículos off-road, que premiarão as duplas vencedoras das quatro categorias.
Os amortecedores OffShox garantem melhor nível de conforto, aumentam a estabilidade e, consequentemente, a segurança do veículo em qualquer tipo de piso. Elevam o desempenho do veículo nas mais diversas aplicações e usos. Proporcionam estabilidade nas freadas em distâncias menores, além de aumentarem a vida útil dos pneus e de outros componentes da suspensão, diminuindo os custos de manutenção. Além disso, os modelos de amortecedores são reguláveis, calibráveis e reparáveis.
Durante o Transparaná 2011, a Offlimits também fará a demonstração do OffRunner, um veículo de competição desenvolvido pela empresa visando alta performance e baixo custo de manutenção. Todos os anos de experiência e vitórias conquistadas no Rally dos Sertões foram somados a sofisticados softwares de desenho e simulação, oferecendo um novo conceito aos amantes das provas de rally. A empresa fica na Rodovia BR-101 km 198, n° 300, no Bairro Bom Viver, em Biguaçu, Santa Catarina. Mais informações pelos fones: (48) 3035-7333, 3243-1881 e 3243-1882.

Jipeiros quebram silêncio da madrugada deste domingo no Raid da Meia Noite

A última competição do Jeep Clube de Curitiba deste ano promete ser de arrepiar. A prova é uma das mais aguardadas de 2010, ano em que o Raid da Meia Noite completa bodas de prata. A 25ª edição da competição acontece neste fim de semana, dias 4 e 5 de dezembro. Competidores vão encarar percurso de aproximadamente 150 quilômetros pelas trilhas da região metropolitana de Curitiba, no Paraná, em uma prova de cerca de sete horas de duração.
Em jogo, a briga pelo título em quatro categorias: Master, Graduados, Jeep e Junior, além da participação da categoria Passeio. A concentração será a partir das 22 horas de sábado (4), na Suzuki De Castro (Rua Victor Ferreira do Amaral, 678, em frente a CCV Veículos), no bairro Tarumã, na capital. Durante um coquetel, competidores confirmam inscrições e recebem as planilhas do trajeto da prova. A largada será dada a partir da meia noite e o desafio só termina por volta das 7 horas de domingo (5).
A prova levantada por Junior Ferrarini, da Ekron, e por Marcelo Ceco e Florêncio do Jeep Clube, passará por três cidades da região metropolitana de Curitiba. Saindo da capital, segue pelas cidades de Almirante Tamandaré e Itaperuçu, onde haverá um neutro de 30 minutos para abastecimento por volta das 3 horas no Posto Statek, e termina em Campo Magro. Os competidores serão recepcionados com um café da manhã no Restaurante Casarão, no interior da cidade, onde também será realizada a premiação dos vencedores. Mais informações e inscrições pelo site http://www.jeepclubedecuritiba.com.br ou pelos fones: (41) 3352-5063 e 7816-1087.

Sociedade Hípica Paranaense promove Prova Interna com Convidados

A relação entre o cavalo e o homem existe há muito tempo e remete ao início da civilização, quando os animais passaram a ser usados como um importante meio de locomoção. Seja como transporte nas guerras, no campo ou carregando príncipes e nobres cavaleiros, os cavalos sempre estiveram presente nas relações de confiança e amizade entre os humanos.
Os laços de amizade se tornam ainda mais fortes quando o assunto é esportes. No caso do hipismo, o amor pelos cavalos ultrapassa os limites da competição e faz com que cavaleiros e amazonas respeitem os animais durante as provas, sem levá-los a exaustão. Muitos competidores ao perceberem que o animal não está fazendo uma boa prova, preferem abandonar o percurso e poupá-los do desgaste.
Depois dos concursos, os animais ganham carinho, um bom banho e alimentação farta. Este contato permite que o cavalo e o cavaleiro ou amazona se integrem ainda mais, tornando-os apenas um nas competições. “É essencial que o competidor e o animal se conheçam bem para que os resultados sejam positivos”, ressalta Astolpho Macedo Souza Neto, presidente da SHPr.
Segundo Astolpho, o amor pelos cavalos influencia os competidores dentro e fora das pistas. “Muitas pessoas encontram no hipismo uma forma de extravasar a energia acumulada e o estresse. Além disso, o aprendizado no esporte acaba transformando aspectos na vida pessoal, como por exemplo, ensina a cada um a lidar com o sucesso e as frustrações”, acrescenta.
O presidente convida a todos a conferir a Prova Interna de Hipismo da SHPr com Convidados, que acontece no próximo sábado (04), na Hípica. As provas terão início às 10 horas da manhã e segue até o fim da tarde e os quatro primeiros classificados de cada série serão premiados com medalhas. “A Hípica é um lugar agradável, com muita natureza e ideal para que as pessoas passem um dia diferente perto dos cavalos”, afirma.

Livro traz material inédito sobre a história do Clube Atlético Paranaense

Hoje (29) será lançado o livro Clube Atlético Paranaense – Uma Paixão Eterna, de Heriberto Ivan Machado e Valério Hoerner Junior, na Arena Store, espaço anexo ao estádio do Atlético.
Segundo Milene Szaikowski, que promove os encontros mensais do Círculo de História Atleticana, o livro é uma edição atualizada e revisada da primeira obra lançada em 1994, intitulada Atlético – A paixão de um Povo. “O livro traz toda a história do Clube Atlético Paranaense, incluindo desde a fundação do Internacional e do América, que são os clubes que originaram o Atlético”, afirma.
O livro tem 366 páginas e 365 fotografias, muitas delas inéditas, e servirá como fonte de consulta para todas as gerações sobre a história do clube. “Todos os méritos do livro são dos professores Heriberto e Valério Hoerner Junior. Porém, nos encontros do Círculo, volta e meia surgem alguns materiais inéditos. No último encontro, por exemplo, um dos participantes levou uma fotografia que o professor ainda não tinha e na mesma hora ele disse:  ‘Essa vai pro livro!’”, conta Milene.
Serviço: Lançamento do livro Clube Atlético Paranaense – Uma Paixão Eterna
Autores: Heriberto Ivan Machado e Valério Hoerner Junior
Data: 29/11
Horário: a partir das 19h
Local: Arena Store, fica anexa ao estádio, na rua Buenos Aires, 1260.
Preço do livro: R$ 60,00
Tiragem: 1000 livros

Hipismo, a alegria da criançada

Amizade entre o homem e o cavalo remonta os princípios da civilização, quando o animal começa a ser usado como meio de locomoção. Conduzindo os soldados nas guerras, participando das famosas caçadas à Inglaterra. O cavalo sempre foi presença obrigatória e bem amada na vida do homem. Hoje, raramente ele puxa um arado, foi substituído pelo automóvel. E cavalgar transformou-se num esporte: o hipismo praticado por homens, mulheres e crianças.
Pensando nisso A Sociedade Hípica Paranaense oferece aulas de equitação para crianças a partir de 7 anos. A Equitação, que é considerado o esporte mais completo, a lida com os cavalos. Tem como objetivo, alem de formar atletas acentuar as qualidades como compreensão e sociabilidade, alem da sensibilidade e o amor pelos animais. O Hipismo, ou equitação da a seu praticante coragem, confiança para vencer os obstáculos não só das pistas, mas da vida, além disso, a mente sadia e o corpo em forma. A Sociedade Hípica Paranaense tem o compromisso de oferecer aos seus alunos professores especializados, com currículos completos e ótimo embasamento técnico, em sua maioria com certificado de instrutor graduado pela Federação Paranaense de Hipismo. Venha conhecer a Sociedade Hípica Paranaense nos diversos campeonatos que acontecem mensalmente, a entrada é franca e a Sociedade Hípica Paranaense fica Localizada na BR 116, KM 93 no Bairro Tarumã.

Ranking da Sociedade Hípica Paranaense cresce a cada etapa

Ontem (21) foi encerrada a 4ª etapa da 2ª fase do Ranking de Hipismo da Sociedade Hípica Paranaense (SHPr), que começou ontem (20) e distribuiu mais de R$ 15 mil em prêmios. Os inscritos passaram de 240 conjuntos e o público pôde conferir lindos cavalos e saltos surpreendentes. “A cada etapa o ranking fica bem mais disputado e emocionante”, assegura Vailton Jaci Cordeiro, diretor geral da Hípica e conhecido como “Baíca”.
O diretor conta que as inscrições para as categorias de 1,20, 1,30 e 1,40m superaram as expectativas. “Veio gente até de Maringá, Foz do Iguaçu e Londrina e nós agradecemos muito a participação de todos. Com o patrocínio da Helisul a cada ano o ranking cresce mais e aumenta o número de concorrentes”, acrescenta.
E emoção foi o que não faltou para o cavaleiro Rafael Berger Prochet, que trouxe cinco cavalos e uma égua para saltar e conquistou o primeiro lugar na prova de 1,40 m nos dois dias de concurso. “Foi muito proveitoso. Eu trouxe cinco cavalos, que estão em fase de preparação e saltaram muito bem, e minha égua, a Xitana Método, que é a principal e que ganhou o primeiro lugar ontem e hoje”, conta.
O cavaleiro afirma que é muito importante utilizar o ranking para saltar nos concursos nacionais. “A estrutura da Hípica é ótima. As cocheiras, os profissionais e tem um dos melhores armadores do Brasil que é o Baíca. Além disso, os concorrentes são muito bons”, ressalta Prochet, que zerou o desempate na prova principal de hoje.
Anderson Tonon Rodrigues, que fez uma falta no desempate e acabou ficando com o segundo lugar na prova de 1,40 m, acredita que esta etapa foi muito boa. “Tive bons resultados com todos os alunos e meu resultado também foi muito bom. Esta foi uma etapa preparatória para o Brasileiro de Cavalos Novos que vou saltar no começo de dezembro”, declara.
Rodrigues deixa claro que o sucesso é de toda a equipe. “Estamos crescendo muito durante este ano e é graças ao tratador, ao veterinário e ao presidente da SHPr, Astolpho Macedo Souza Neto, que acreditou em mim. Estou em um bom momento no meu lado profissional”, comemora. O cavaleiro conta que os animais só estão dando bons resultados. “A equipe Tonon está de parabéns. E os cavalos, tanto o Cartago Itapuã como a mais nova aquisição do Astolpho, o Sir Rav Joter, que estreou na categoria 1,00 m e saltou muito bem, só estão dando alegria”, enfatiza.
Sobre a última etapa do ranking, que acontece no próximo mês, Baíca revela que os preparativos para já estão concluídos e que são esperados mais de 300 conjuntos, além da participação em peso do público. “Aproveito para convidar a todos para assistir a última etapa que vai acontecer nos dias 17, 18 e 19 de dezembro, com mais de R$ 35 mil reais em prêmios”, conclui.

2ª Fase do Ranking da Sociedade Hípica Paranaense traz cavalos robustos e bem cuidados

Os cuidados frequentes com a pele, o pêlo e os pés dos cavalos são necessários para manter a saúde e a higiene e contribuem para a eliminação da sujeira, ativa a circulação e ajuda a tonificar os músculos do animal e funciona como uma massagem. Sem contar que a relação de amizade e confiança entre o cavalo e o cavaleiro fica muito mais próxima.
A trança é considerada a principal forma de manter a cauda e a crina do cavalo protegidas e bem conservadas, além de dar um toque de charme aos animais. Outra vantagem é que o cavaleiro não tem dificuldades de manusear as rédeas, já que os “cabelos” do animal ficam presos.
A cauda e a crina devem ser tosquiadas para crescerem mais fortes e saudáveis e a lavagem deve ser feita sempre que a pelagem estiver gordurosa. Para lavá-los o tempo deve estar quente e a recomendação é usar sabão de coco ou xampu neutro. Após massagear bem as raízes é necessário enxaguar até que todo o sabão seja eliminado, tomando cuidado para que os olhos ou orelhas do animal não sejam molhados. Os fios podem ser desembaraçados com creme ou produto específico para este fim e secos com uma toalha.
Cavalos sadios, robustos com acessórios e penteados na crina e na cauda podem ser vistos em diversas competições de hipismo como a 4ª etapa da 2ª Fase do Ranking da Sociedade Hípica Paranaense, que acontece nos dias 20 e 21 de novembro. “Assim como nas outras etapas, nós esperamos que sejam feitas muitas inscrições e que o concurso seja um sucesso, sempre mantendo o alto nível técnico das competições que são realizadas aqui na SHPr”, afirma o presidente do clube Astolpho Macedo Souza Neto.
O patrocinador do ranking continua sendo a Helisul, empresa de prestação de serviços aéreos. As categorias vão de 0,40 m até a principal de 1,40 m e as premiações em espécie ultrapassam os R$ 15 mil. Quem quiser participar pode se inscrever até o dia 19 na secretaria da Hípica. “Todos estão convidados para assistir o campeonato. Este é um programa gratuito, próximo a natureza e para toda a família”, acrescenta o presidente.