Vai fazer o Enem? Saiba como acertar na carreira primeiro!

photoshopPara boa parte dos estudantes do Ensino Médio, ter que definir uma profissão aos 17 anos é um processo estressante e injusto. Além de já estarem passando por todas as mudanças hormonais desconfortáveis da adolescência, esses alunos ainda sofrem com a pressão dos pais, familiares e da sociedade para definirem suas carreiras. Dessa maneira, muitos desses estudantes, acabam fazendo escolhas erradas e optando pelas profissões por motivos errados. Infelizmente, essas escolhas não muito positivas acabam afetando o desempenho profissional deste estudante no futuro.

Segundo a Coach Vocacional e de Carreira, Érika Ferrari, um fato agravante entre as escolas do Rio de Janeiro, é a falta de apoio emocional aos vestibulandos “Muitas vezes, só estudar e saber a matéria não é suficiente para ir bem em uma prova. As escolas, tanto da rede pública, quanto particular, não oferecem nenhum suporte vocacional e emocional aos alunos durante esse período. O candidato já se encontra em uma pressão enorme e o nervosismo compromete o desempenho na hora da prova”, afirma a Coach.

A especialista separou 5 dicas para auxiliar o candidato que vai prestar vestibular à acertar na escolha da carreira – o fator número 1 que os mantém acordados à noite. Confira:

1. Autoconhecimento: “Primeiramente, a pessoa precisa se conhecer, pois não adianta definir o que você quer, se você não sabe quem você é. Isso significa alinhar suas crenças, princípios, valores e propósito de vida. Refletir e olhar para dentro de si é necessário para que você tenha essas questões de extrema importância respondidas. É primordial, porque só assim você irá identificar qual carreira mais tem compatibilidade com o seu jeito de ser. Abordamos aqui a questão da vocação. Quando você se conhece, você entende qual é a sua essência e o que você busca. É um conhecimento tão profundo e particular, que só isso te levará a sua felicidade”, comenta Érika.

2. Lidar com a pressão familiar: “Essa época é estressante para todo mundo. Os filhos se desprendem dos pais para estudar e ficam mais independentes. Por mais que fiquem preocupados, os pais não devem tentar influenciar a decisão dos filhos. Muitas vezes os pais estão no mercado de trabalho e acham que a sua carreira é a melhor do mundo, assim como qualquer outro profissional feliz com o seu trabalho. Entretanto, eles precisam entender que o cenário é diferente, o seu tempo já passou e os filhos precisam impor isso também. Os pais tentam ajudar, mas não sabem orientar da forma como deveriam e isso pode acabar atrapalhando e causando ainda mais pressão na escolha do adolescente”, argumenta a Coach.

3. Definir os objetivos: “Depois de saber quem você é, é hora de traçar um plano claro e objetivo do que você quer para sua vida. A forma de fazer isso é visualizar o seu futuro e pensar sobre o que você gostaria de estar fazendo naquele momento, o que você quer ter, ser e o que quer alcançar financeira e emocionalmente. Senão, ficará buscando e não terá objetividade. É necessário ter metas definidas para ter direção”, diz a especialista.

4. Ter foco: “Dar o máximo de si, se organizar e ter uma definição clara para poder correr atrás do que o estudante quer, é motivador. Você sempre precisa se sobressair e surpreender no que faz e para tal, você sempre precisa fazer mais e se doar. Mas é preciso encontrar prazer e felicidade nisso, só assim você consegue manter o foco e a direção para estudar, se dedicar e atingir o seu objetivo sem desistir no meio do caminho. Por isso é tão importante saber quem você é. A sua carreira não deve parecer uma obrigação, desde o início”, aconselha Érika.

5. Valorizar as conquistas: “Se passar no vestibular, comemore! Saia com a família, os amigos, dê uma festa. E faça disso um hábito, de sempre compartilhar e aproveitar com outras pessoas as suas conquistas. Não adianta nada trabalhar duro e não aproveitar. E principalmente, sirva de inspiração para alguém”, afirma a especialista.

Ainda de acordo com Érika, para os alunos que vem tendo muita dificuldade com o processo de escolha profissional, o Coaching Vocacional e de Carreira pode ajudar, e muito “Você pode ser o que você quiser, desde que desenvolva as habilidades para tal. As ferramentas e técnicas do processo de Coaching traçam o perfil comportamental da pessoa, seus potenciais e limitadores, possibilita o indivíduo a utilizar seus talentos na potencialidade máxima e despertar um novo eu dentro de si, muito mais feliz e realizado consigo mesmo. A pessoa é direcionada na busca de seus objetivos, porque ela sabe as características que precisa desenvolver para ser quem ela quer ser. É sempre muito melhor e mais feliz quando você trabalha com algo que tem tudo a ver com o seu perfil e suas competências”, conclui a Coach.

Serviço: Érika Ferrari – Coach Vocacional e de Carreiras

http://www.erikaferraricoach.com.br/

contato@erikaferraricoach.com.br

Tel: (21) 9 9479-4932

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: