A saída da crise do varejo se dá pela internet

Hands holding credit card and using laptop. Online shopping

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o mês de agosto apresentou uma queda nas vendas do varejo de 0,9%, a maior desde 2000, quando encolheu 1%. Ainda segundo os dados, o comércio apresenta baixa de 3,5%, sendo que 1,5% ocorreu só no último ano. Isso ainda resulta em um aumento de preços do comércio como alternativa de sobrevivência do negócio, porém, os consumidores não têm mais tanto poder de compra e a tentativa se torna em vão, levando muitas lojas à falência.

Mas o que o varejista precisa fazer para manter seu negócio e aumentar seus lucros? Uma opção é a criação da loja na internet,  atendendo um público maior do que comparado a uma loja física. Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o e-commerce no país fechou um faturamento de R$39,5 bilhões no ano passado e a estimativa é que 2015 feche com um crescimento de 26% a esse número, chegando a R$49,8 bilhões movimentados no setor.

Contudo, os comerciantes podem não ter conhecimento suficiente para saber como lidar com uma loja virtual. Por isso, existem algumas opções como a uCart+business, que oferece esse serviço moderno de varejo com um baixo custo. O programa é uma ferramenta do e-commerce, onde é produzido uma estrutura de shopping na internet, que acaba fortalecendo todas as marcas, assim como suas estratégias de comunicação e negócios.

Makinson Agostini, Diretor de Projeto da Misto de Ideias, está é uma boa oportunidade de driblar a crise. ”O marketplace unificado, ou seja, uma multiloja, dá espaço para todos os varejistas. Ou seja, todos se ajudam ao ter sua própria loja virtual incluídas em um mesmo espaço. Assim, cada um oferece seus produtos e promove sua própria marca na vitrine disponibilizada pela uCart. A saída da crise do varejo se dá pela internet”, afirma.

Além do aumento no número de vendas, a internet também pode trazer outros benefícios. “Pela rede também temos jeitos de gerar informações precisas, como o comportamento do consumidor, dos concorrentes e como o mercado está funcionando na internet. Isso tudo é revelado pelo B.I e Big Data, que juntamente com o e-mail marketing permite ao varejista se comunicar mais e melhor”, revela Diego Barbeito, manager do uCart+businessi.

Assim, o programa pretende modernizar ainda mais o varejo, unindo comunicação, tecnologia e inovação. “É importante frisar que quando se fala em mundo digital, incluímos também os celulares e tablets, grandes instrumentos de navegação das pessoas diariamente. Dessa forma, o varejista consegue vender melhor, fortalecendo suas marcas e adaptando suas estratégias de negócios para essa nova realidade”, conclui o especialista.

Serviço: uCart

Contato: Makinson Agostini e Diego Barbeito

Diretor de Projeto da Misto de Ideias e manager do projeto uCart+business.

Fone: 21 3073-0319

makinson@ucart.com.br

www.ucart.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: