Arquivos da Categoria: Casamento

Portal cria rede social exclusiva para noivas

As redes sociais ganham cada vez mais adeptos e no Brasil o crescimento só tende a aumentar. Mais de 80% dos internautas brasileiros tem perfis nas redes sociais e a média de contatos virtuais é de 365 no país, enquanto a média mundial é de 195 pessoas. Os dados são do Ibope NetRatings, que ainda revela que o Brasil lidera o ranking de usuários do Orkut e do Windows Live.
Além de compartilhar fotos, novidades, ideias e fatos da vida cotidiana, as redes sociais estão se tornando especializadas, como o LinkedIn, voltado ao contato entre profissionais. A novidade agora é a Rede Social das Noivas, exclusiva para quem está a caminho do altar e quer dividir suas ideias, sentimentos e fotos de momentos importantes como o noivado com outras noivas.
A rede foi lançada pelo Portal Casamento Marcado, que aproveitou a lacuna existente no mercado para sair na frente e oferecer um produto exclusivo para as noivas. “O principal objetivo desta ferramenta é auxiliar as noivas, permitindo o compartilhamento de todos os detalhes do casamento e o contato com fornecedores”, explica Eduardo Rocha, diretor geral do portal.
As noivas também poderão administrar e compartilhar seu check-list do casamento, compartilhando até o nome dos fornecedores do seu evento para as outras. “Elas ainda poderão conhecer diferentes fornecedores por meio dos perfis das empresas, pedindo inclusive auxílio quando necessário. É uma troca de benefícios – as noivas conhecem profissionais e os fornecedores divulgam o seu serviço”, destaca.
Outra vantagem para as noivas são as promoções exclusivas que os fornecedores irão promover para quem fizer parte da rede. “E para não ficar nenhuma dúvida durante o planejamento do matrimônio, a rede oferecerá conteúdo de qualidade e estatísticas interessantes sobre tudo o que envolve casamento”, acrescenta.
Para Rocha a expectativa é que a Rede Social das Noivas cresça rapidamente, já que as nubentes são unidas e sempre compartilham as novidades umas com as outras. “É uma ótima oportunidade para as noivas trocarem experiências e uma vitrine para as empresas do ramo”, finaliza.

Acesse a Rede Social das Noivas:
http://www.casamentomarcado.com.br/rede-social

Dois anos de Noividades

Blog administrado por Milene Szaikowski possui cerca de 40 mil acessos mensais.

Há exatamente dois anos atrás, no dia 17 de maio de 2009, o blog Noividades entrou no ar para alegrar a vida de inúmeras noivinhas. No começo a ideia era compartilhar as novidades do mundo dos casamentos para as noivas que gostam de estar antenadas nas tendências. “Eu criei o blog para trazer coisas novas e o sucesso foi tanto que além de dar dicas e disponibilizar diferentes conteúdos para as noivas, as ajudo a organizar o casamento com os posts”, ressalta Milene Szaikowski, criadora do blog e consultora e assessora de eventos.
O blog foi inaugurado estrategicamente em um mês muito especial: maio, o mês das noivas. Milene aproveitou o gancho e usou este assunto como tema para o primeiro post do Noividades. “Hoje o blog possui mais de 80 categorias, sem contar as subdivisões que existem. Algumas seções aparecem com certa regularidades, como a Flores de época, que traz as flores de cada mês e estação para que as noivas possam decidir as melhores opções para o buquê e para a decoração do casamento”, explica.
Para incrementar o conteúdo do blog, Milene acompanha todas as tendências, participa de feiras importantes do segmento, como a Casar 2011, e acompanha casamentos de famosos, como o matrimônio do príncipe William com Catherine Middleton na Inglaterra. “Todas as informações são importantes. Quanto mais eu puder participar, ler e conhecer coisas novas, melhor o blog será, mais satisfeitas as minhas leitoras ficarão e agrego mais valor ou meu trabalho”, considera.
Segundo Milene, no início o blog era mais tímido, foi ganhando visibilidade aos poucos e atualmente possui uma média de quase 40 mil acessos mensais. “Isto me deixa muito feliz e compartilhei minha alegria com as noivinhas que me seguem, dizendo que o Noividades.com está em festa! Tudo isso só é possível graças a elas, que são leitoras assíduas e seguidoras fieis do blog. Muito obrigado a todas que me acompanham”, agradece.
O sucesso do Noividades rendeu um convite para administrar um blog no portal Bem Paraná, o Bem Casados, que Milene aceitou de primeira. “É muito bom ter o seu trabalho reconhecido. É sinal de que o tempo que dedico ao blog faz com que muitas noivinhas pelo Brasil e mundo afora usem as minhas dicas pra organizar seus casamentos, isso só pode ser motivo de felicidade, poder participar do momento tão importante de tantas pessoas queridas como elas”, acrescenta.

Milene Szaikowski vai a São Paulo acompanhar a CASAR 2011

De 19 a 22 de maio acontece a CASAR 2011, considerada a maior feita voltado ao mercado de casamentos do Brasil. Está é a décima edição da feira e o evento será realizado no Terraço Daslu, em São Paulo. Os visitantes terão acesso a mais de 100 expositores do setor, que apresentarão as tendências e novidades em diferentes serviços e produtos essenciais para o casamento. “A Casar é uma feira muito importante, que reúne profissionais e empresas consagrados no mercado”, afirma Milene Szaikowski, consultora e assessora de eventos.
As ideias mais inusitadas – e luxuosas -, como canapés com ouro comestível, vestidos inspirados nas princesas da Disney, foto e filmagens em 3D e convite feito de chocolate, serão apresentadas para deixar os noivos enlouquecidos. “O evento é maravilhoso e é organizado pela competente cerimonialista Vera Simão. A cada ano os fornecedores trazem mais surpresas e arrancam suspiros de quem passa por lá”, comenta a consultora.
Milene foi convidada para visitar a CASAR 2011 nos dias 20 e 21 de maio e vai aproveitar para fazer a cobertura completa do evento e publicar cada detalhe em seus blogs, twitter e redes sociais. “Eu administro o Noividades e o Bem Casados, dois blogs sobre casamento nos quais trago todas as novidades para os noivos. Por isso quem quiser saber mais sobre a feira é só acompanhar os blogs e ficar por dentro de tudo”, acrescenta.

Escolha o mês ideal para o seu casamento

Conhecido como o mês oficial das noivas maio é um dos mais concorridos para casar, junto com setembro, novembro e dezembro. Pode não parecer, mas a escolha do mês do casamento pode influenciar no orçamento. “Por ser muito concorrido, maio é um mês no qual os serviços relacionados a casamentos ficam mais caros. Além disso, por ser o mês das mães as flores também encarecem, deixando o orçamento mais salgado”, afirma a consultora e assessora de eventos Milene Szaikowski.
No fim do ano os profissionais também ficam com a agenda cheia devido ao grande número de eventos, por isso os noivos devem escolher a data do casamento com antecedência para contratar os fornecedores que desejam. “O casal deve ficar atento aos períodos de intenso calor, que aumentam o risco de pancadas de chuva. Se a data escolhida for em uma estação quente será necessário um local bem ventilado e bebidas refrescantes, como água e sucos, para os convidados aproveitarem a comemoração”, observa Milene.
A vantagem de casar no período de férias, nos meses de dezembro, janeiro e julho, é que os convidados de outras cidades podem se programar para o matrimônio. “Em julho a vantagem é que não tem tanto perigo de chover, apesar do frio. Como é um mês menos concorrido pelas noivas é mais fácil contratar os fornecedores. Outro ponto positivo é que no frio as flores não murcham tão rápido como nos dias quentes e ficam mais bonitas na decoração”, ressalta a assessora.
Para quem não acredita em mitos e superstições, o mês de agosto é uma boa pedida. O clima é um pouco mais ameno do que em julho e os preços podem ser menores do que em outros meses. “É raro alguém casar em agosto, por isso os noivos podem conseguir bons descontos ao negociar com os profissionais se escolherem este período para casar. Março, abril e outubro também são boas opções, apesar de não haver descontos, a temperatura é mais agradável”, considera.

Milene Szaikowski inaugura estúdio e lança nova identidade

Milene com sua mãe Maria Augusta e seu irmão Marlon

Foi inaugurado o estúdio da consultora e assessora de eventos Milene Szaikowski, que está localizado no Espaço Casa Bonita – beleza, cabelo e moda. No evento também foi inaugurada a loja de roupas Artha da Mariana Bassetti e a Casa Bonita, que oferecerá serviços de estética, cabelo e maquiagem.
Mais de 250 pessoas estiveram presentes no evento, que começou às 16 horas e foi encerrado por volta das 21 horas. “O evento foi ótimo, a casa ficou cheia de gente, vieram várias noivas minhas, como a Michele Toardik, a Anara Oliveira, a Ana Paula Bosco e o noivo Felipe Scuissiatto, a Natália Amend e o noivo Lucas Gilberti e os recém-casados Patrícia e Marcelo Russo. Além dos clientes da Mariana, da Casa Bonita e nossos amigos”, ressalta Milene.
Os convidados foram recebidos com um coquetel, no qual foram servidos doces e salgados finos. A empresa Chá & Arte cedeu um chá de abacaxi com anis especialmente para a inauguração, que fez o maior sucesso entre os presentes. “Agradeço a participação dos DJs Juninho e Edilson e dos DJs Rennan Monteiro e Mikael D., o mobiliário cedido pela Artestil, os fotógrafos Juliana Gonzaga, Rodrigo Coutinho e Carol Carvalho e também a Chá & Arte, graças a estas colaborações o evento aconteceu”, destaca.
Segundo Milene, no Espaço Casa Bonita a noiva poderá encontrar diversos serviços para se preparar para o dia do seu casamento. “Serão oferecidos serviços de cabelo e maquiagem, estética, vestidos de noiva e de festa e consultoria de eventos. Todos acharam o local lindo e bem funcional a integração dos serviços que oferecemos aqui”, conta.
A consultora afirma que o diferencial é que o Espaço Casa Bonita é voltado para a mulher e as noivas poderão sair prontas para o casamento com a segurança de ter os melhores profissionais a sua disposição. “O meu foco será atuar em organização de casamentos, que é o que eu mais gosto de fazer”, evidencia.
Para Milene a inauguração do seu estúdio marca uma nova fase em sua carreira – quando deixa de usar a marca Tangram Eventos para fortalecer o seu nome. “Com a Tangram o foco era atender todos os tipos de eventos. Mas me especializei em casamentos e a partir de agora vou usar apenas o meu nome, com uma nova identidade visual e lançar um novo site”, explica.
As expectativas de Milene são as melhores em relação ao seu estúdio. “Eu queria um espaço especial para atender as minhas noivas e este é o ideal. Também espero poder integrar todos os profissionais da Casa Bonita num mesmo evento, reforçando esta parceria”, acrescenta.

Milene Szaikowski promove concurso cultural

A consultora e assessora de eventos Milene Szaikowski está promovendo no seu blog Noividades um concurso cultural. O prêmio é uma linda agenda de noiva confeccionada pela Bárbara Lima.
Quem quiser participar deve mandar um email para contato@noividades.com respondendo a seguinte frase: Por que a agenda da noiva será sua companheira inseparável durante os preparativos para o casamento?
O resultado será anunciado na terça-feira, dia 03 de maio, no blog Noividades e no twitter. A noiva mais criativa ganhará a agenda que será entregue em casa pelo correio. As frases podem ser enviadas até a próxima segunda-feira (02/05) e no email também devem constar o endereço e o CEP da participante e a data do casamento.
A promoção é válida para noivas residentes em todo o território nacional e as respostas serão avaliadas por uma comissão julgadora formada pela Milene Szaikowski, pela jornalista e proprietária da Toda Comunicação Verônica Pacheco e pela profissional de marketing Viviane Hansen.

Inauguração do estúdio de Milene Szaikowski

A consultora e assessora de eventos Milene Szaikowski receberá convidados para um coquetel de inauguração do seu estúdio, que será no Espaço Casa Bonita – beleza, cabelo e moda, que acontecerá no próximo domingo (01), às 16 horas. Além do estúdio, o espaço possui também diversos outros serviços para as noivas da consultora.
Segundo Milene, o estúdio é fruto do seu trabalho e consolida a sua carreira. “Já fazia algum tempo que eu queria ter um espaço para atender as minhas noivas. Senti que era o momento de ter um local meu”, ressalta. Milene entende que apesar dos ambientes profissionais dividirem o mesmo espaço, cada um trabalha de forma independente. “Claro que quando a noiva fecha com todos nós é interessante por termos essa parceria, então podemos oferecer mais benefícios às clientes”, afirma.

Casar no feriado pode ser vantajoso

Enfim o pedido de casamento foi feito e agora a maratona atrás dos preparativos do casamento começam. Fazer a lista de convidados, escolher o vestido de noiva, fechar os contratos de foto e vídeo, buffet e cerimonial. Peraí! Antes de contratar qualquer serviço um item é fundamental: a data do casamento. “Alguns casais gostam de escolher alguma data importante para ambos, como o dia em que se conheceram ou dia do noivado. Às vezes as escolha pode ser um pouco mais difícil”, ressalta a consultora e assessora de eventos Milene Szaikowski.
A decisão é importante e merece atenção. Escolher dias úteis da semana, por exemplo, pode complicar a vida dos convidados e até da noiva devido a fatores como trânsito e trabalho. “A maioria dos convidados trabalha e dependendo do horário do casamento não conseguem chegar a tempo, em especial as mulheres, que ainda precisam passar no salão para se arrumar. O trânsito pode atrasar a noiva e deixá-la ainda mais nervosa”, observa.
Datas que caem em feriados também devem ser analisadas com cautela. Casar no feriado tem vantagens e desvantagens, basta verificar qual será o melhor custo-benefício para o casal e os convidados. “O primeiro passo é investigar se o possível local da cerimônia e da recepção estarão funcionando normalmente neste dia. Não esqueça dos outros serviços relacionados ao casamento, como salão de beleza, os docinhos e o bolo, afinal nada pode faltar”, ressalta.
A vantagem de casar no feriado é que os convidados terão todo o tempo necessário para se arrumar, quem é de fora pode viajar com mais tranquilidade para o evento e ainda sobra um ou dois dias para descansar depois da festa. “Muita gente viaja no feriado, então o ideal é avisar a família com antecedência. Enviar um save the date para todos alguns meses antes já é o suficiente para que a família e os amigos se programem para o casamento”, considera.
A desvantagem é que se o feriado estiver relacionado a algum feriado religioso e a cerimônia for realizada na igreja talvez a data tenha que ser trocada. “Algumas igrejas programam festividades para festas de santos ou feriados católicos e não marcam casamentos nestas datas. Para não mudar a data, uma possível solução é realizar o evento em um salão, chácara ou restaurante e convidar um juiz de paz para celebrar a união”, acrescenta.

Casamento com cheiro de alegria

No último sábado (09), o casal Patrícia Sinésio Ribeiro e Marcelo de Oliveira Russo se casaram na Igreja Nossa Senhora da Conceição. Os noivos receberam os convidados no Palácio Garibaldi. “O casamento foi lindo e perfeito, a Patrícia estava muito, mas muito feliz e deu tudo certo”, destaca Milene Szaikowski, designer, consultora e assessora de eventos.
Milene conta que o diferencial do casamento foi o cheiro: a mãe da noiva, Diana Maria Moraes Sinésio Ávila, pediu para borrifar uma essência que desse a sensação de alegria no ambiente onde os convidados foram recepcionados. “A festa foi no Palácio Garibaldi, que é um lugar antigo, tombado como patrimônio histórico e que possui um cheiro mais forte. Por isso a Diana fez este pedido, para deixar o ambiente cheiroso e agradável”, ressalta.
A assessora, que foi a responsável por toda a organização do evento, afirma que entrou em contato com a empresa A Bossa do Pano, que produziu as essências. “Eu pedi que uma das minhas assistentes fosse direto para o lugar da festa. Quando a cerimônia acabou, liguei para ela pedindo para borrifar a essência no hall de entrada. Quando cheguei ao salão o ambiente estava com um perfume delicioso e a mãe da noiva adorou”, comemora.
Outro pedido, desta vez dos noivos, foi o de organizar as mesas e marcar o lugar dos convidados. Na semana do casamento foi feita a confirmação de presença (RSVP) ativa para todos os convidados, então os noivos separaram as pessoas em grupos e dividiram estes grupos nas mesas. “Na chegada dos convidados minhas assistentes orientavam onde cada um deveria se sentar. Todos os preparativos deram certo e o casamento foi um sucesso”, acrescenta Milene.

Milene Szaikowski e a Chá & Arte criam kit com chás para as noivas

Milene Szaikowski, designer, consultora e assessora de eventos, fechou uma parceria com a empresa Chá & Arte, em Curitiba, para beneficiar suas noivas. A Chá & Arte é especializada na produção e comercialização de chás, sabonetes artesanais, aromatizantes, ervas para banho, acessórios para chás e outros produtos.
Segundo Milene, a Chá & Arte desenvolveu um kit com seis tipos de chás diferentes, três relaxantes e três estimulantes para a noiva tomar na semana do casamento. “A intenção é que ela use os chás relaxantes na semana e os estimulantes no dia do casamento e depois, durante a lua de mel”, ressalta.
A consultora explica que a parceria surgiu depois que ela percebeu que quanto mais calma e tranquila a noiva está, melhor é o casamento. “É incrível como tudo dá muito certo com a noiva tranquila. E se a noiva está estressada ou cheia de preocupações sempre tem alguma coisinha que dá errado. E como eu sempre penso no melhor pras minhas noivas, busquei desenvolver esse kit com a Chá & Arte”, observa.
Milene conta que o primeiro kit foi entregue para a sua noiva Patrícia esta semana, que casou no sábado (09). “O kit tem os chás maracujá, maçã e rosa mosqueta; uva passa e flores; maçã, cravo e canela; banana, baunilha e canela; abacaxi e anis; e frutas e hibiscus. Nos próximos kits provavelmente vamos incluir alguns sais de banho também”, acrescenta.

Noiva faz as convidadas não perderem a hora

O chá-de-relógio é sem dúvida a variação mais diferentes dos chás que a noiva pode fazer antes do casamento. Segundo a cerimonialista Milene Szaikowski, neste chá a noiva ganha presentes para todos os cômodos da casa. “As convidadas têm uma gama de opções de presentes que podem incluir itens para o enxoval, a cozinha, o banheiro, a sala e até para o jardim, tudo depende da imaginação”, afirma a especialista.
No convite do chá-de-banheiro a noiva escolhe um horário diferente para cada convidada, que deve ser criativa e escolher o presente relacionando-o ao horário que ela recebeu. “Se a convidada recebeu um convite escrito manhã ou com um horário matutino, ela pode dar algo relacionado ao café da manhã, ao quarto ou banheiro. Quem receber um horário do período da tarde pode escolher presentes relacionados à sala e a noite também pode ser algo para o quarto”, exemplifica.
A decoração pode incluir relógios dos mais antigos até os mais modernos e objetos como louças e móveis. A lembrança pode seguir o tema e ser um relógio personalizado, com o nome da noiva e a data do evento, feitos de biscuit, madeira ou porcelana. “Mini-louças feitas de porcelana também fazem sucesso entre as convidadas, que irão guardar com carinho a lembrancinha”, ressalta.
As brincadeiras são as mais variadas. Uma boa opção é fazer a noiva descobrir o horário que estava no convite de acordo com o presente recebido. “Se ela acertar a pessoa que deu o presente pode pagar um mico. Mas se a noiva errar, ela mesma recebe um castigo, que pode ser escolhido pelas convidadas ou ser previamente escrito em papéis que são sorteados na hora”, explica.
As comidas e bebidas devem ser gostosas e de fácil manuseio. Se o chá for feito no verão, uma boa dica é oferecer sucos naturais e colocar uma cesta de frutas da época na mesa. “Para o inverno bebidas quentes e uma pequena variedade de pães faz sucesso. Salgadinhos, docinhos e o bolo não podem faltar, seja no frio ou no calor”, observa.

Milene Szaikowski
Formada em design de produto pela UFPR, Milene também fez cursos no Senac (Organização de Eventos Sociais), na UTFPR (Planejando e Organizando e Organizando Eventos: do Cerimonial ao Protocolo) e na Arquidiocese de Curitiba (Novas normas para Celebração do Matrimônio). A designer é cerimonialista, proprietária da empresa Tangram Eventos e criadora e administradora do blog Noividades e do blog Bem-casados, que trazem ideias e novidades sobre os preparativos e tudo o que envolve casamentos.

Pingentes colocados no bolo trazem diferentes destinos as amigas das noivas

Se você é noiva, gosta de ideias diferentes e quer dar um ajuda no destino das suas amigas solteiras, uma boa dica são os charms. Os charms são pingentes amarrados em uma fita de cetim e colocados no bolo de casamento. Os pingentes ficam dentro da massa e as fitinhas ficam fora do bolo, para que eles possam ser puxados.
Milene Szaikowski, organizadora e cerimonialista Eventos, explica que esta tradição não é muito comum aqui no Brasil, mas nos Estados Unidos, Europa e Argentina já faz parte dos ritos de casamento. “Esta brincadeira começou na época da rainha Vitória, na Inglaterra, e se espalhou”, conta.
Cada um dos pingentes possui um significado diferente e, segundo a tradição, o destino de quem puxar será determinado de acordo com ele. “Antes de cortar o bolo cada uma das bridesmaids – damas de honra que acompanham a noiva ao altar – escolhe uma fitinha e puxa. O significado do pingente retirado é que diz o que vai acontecer na vida dela”, explica.
Quase todos os pingentes significam coisas boas como viagens e aventura, longevidade, filhos, eterna beleza, verdadeiro amor, sorte, prosperidade e felicidade. “A aliança mostra qual será a próxima mulher a casar e o dedal é o mais temido – ele indica que quem o pegar ficará solteira”, revela.
A cerimonialista observa que como no Brasil não é comum a figura das bridesmaids, a noiva pode chamar as amigas solteiras para puxar as fitinhas do bolo. “Os charms são vendidos principalmente nos Estados Unidos e na Argentina. Mas é possível fazer uma adaptação, colocando várias medalhinhas de Santo Antônio e apenas uma aliança – que indica a próxima a casar”, sugere.
Quem não quiser fazer a brincadeira no casamento, pode optar por fazer um bolo especial com fitinhas no chá de panela e animar ainda mais a reunião da mulherada.

Conheça os significados os Charms mais utilizados:
Âncora – Viagem e aventura
Anel/ aliança – Próxima a casar
Cadeira de balanço – Longevidade
Carrinho de bebê – Filhos
Coluna – Estabilidade
Concha – Eterna Beleza
Coração – Verdadeiro Amor
Feijão – Sorte
Flor – Crescer o amor
Flor de Lis – Prosperidade
Grinalda – Lar feliz
Lua – Oportunidade
Pimenta – Romance quente
Trevo de quatro folhas – Boa sorte
Dedal – indica que você ficará solteira

Chá-bar permite confraternização com o noivo e a noiva

Atualmente o tradicional chá de panela ganhou muitas outras versões, algumas até incluem o noivo na comemoração e nas brincadeiras. Um exemplo é o chá-bar, originalmente criado para que os homens tivessem uma reunião antes do casamento, assim como as mulheres tem o chá de cozinha. “Neste caso, era um evento só para os amigos do noivo, organizado por um dos padrinhos. E os presentes tinham por intenção equipar o bar e a churrasqueira do noivo”, explica a cerimonialista Milene Szaikowski.
Hoje em dia, tornou-se comum muitos casais confraternizarem juntos, reunindo todos os amigos de uma vez só. Milene aponta que o ideal é fazer com um mês ou um mês e meio de antecedência e não deixar pra muito perto do casamento, pois nessa época os convidados já terão muitos gastos com o casamento. “O recomendado é agendar o chá-bar para o final da tarde, no início da noite. Também há a possibilidade de iniciar o chá somente com as mulheres e as brincadeiras tradicionais e os homens podem chegar mais tarde para algo mais descontraído”, ressalta.
O casal deve chamar para o chá-bar apenas pessoas que estejam na lista de convidados para o casamento. É extremamente deselegante convidar a pessoa para o chá e depois não convidar para o casamento. “Já o cardápio depende muito do público. Se for um chá-bar misto é bom investir em sanduíches de metro, cachorro-quente, salgadinhos, pizzas ou até mesmo um churrasco. Se a escolha for pelo churrasco, o ideal é contratar um churrasqueiro para que o casal possa curtir o chá. De doces, um bolo é fundamental”, observa.
Milene esclarece que na lista de presentes tem que ter coisas de cozinha e de bar. Geralmente as mulheres presenteiam com coisas para a cozinha e os homens com os itens para o bar. A lista deve ser feita com pelo menos duas semanas de antecedência, de preferência antes de começar a entregar os convites. “Em geral os homens não curtem muito as brincadeiras que costumam ser feitas no chá de panela. Por isso, se a noiva não abre mão das brincadeiras, é possível o evento ter dois horários. Um mais cedo para as mulheres e outro mais tarde para os homens, assim as brincadeiras podem acontecer antes de eles chegarem”, pontua.
Se o noivo for brincalhão, é possível fazer brincadeiras que integrem o casal, como contar a história deles com palavras totalmente fora do contexto, teste do tato (descobrir com os olhos vendados qual é a noiva ou noivo no meio de outras pessoas), fazer declaração de amor com voz diferente e muitas outras. “No convite é legal integrar a ideia dos dois chás, colocando o nome do casal. Os convites podem ser entregues impressos ou por e-mail”, acrescenta.

Chá incrementa a dispensa dos noivos

Atualmente muitos casais – seja por opção ou dificuldades financeiras – pulam a etapa da cerimônia e da festa de casamento e vão morar juntos. Para que a entrada nesta nova etapa da vida não passe em branco, o chá-de-caldeirão é uma comemoração diferente e divertida. “Ele também serve para os casais que já estão com os utensílios domésticos completos e preferem ganhar mantimentos para incrementar a dispensa”, ressalta a cerimonialista Milene Szaikowski.
A noiva pode abusar da imaginação na decoração e pode usar itens que lembrem a despensa, com cores vivas para alegrar, já que esta é uma comemoração bem descontraída. “O convite também deve ter o tema do chá, deve ser entregue com antecedência de quinze dias e se o casal preferir pode conter o presentinho do convidado. Assim evita-se ganhar muitos alimentos repetidos que podem acabar perdendo o prazo de validade”, observa.
A lista de presentes – ou melhor, a lista de mercado – pode ter itens básicos, como arroz, feijão, enlatados, massas e óleo e outros alimentos mais ‘sofisticados’, como doces de pote feitos artesanalmente, bebidas, bolachas finas, azeites especiais e congelados. “O casal pode escolher junto os itens e escolher o que mais agrada os dois. E os convidados podem dar, além do que foi pedido, um mimo a mais, como uma caixa de chocolates”, aponta.
Quanto aos comes e bebes, a regra é a mesma para todos os tipos de chás: comidinhas gostosas, fáceis de preparar e que não necessitem de talheres, como salgadinhos, canapés, mini-sanduíches, docinhos e bolo. “As brincadeiras podem ser as mesmas dos outros chás, como descobrir o que está dentro do embrulho e pegar a aliança dentro de um prato de farinha”, acrescenta a cerimonialista.

Chá garante os artigos de banho da casa nova

Para as noivas que já tem a casa praticamente montada, mas não perdem a oportunidade de juntar as amigas e festejar, o chá-de-banheiro é a bola da vez. Apesar de não ser muito comum aqui no Brasil, ele está ganhando espaço e é diversão garantida. “Neste chá as noivas pedem itens que são úteis no banheiro ou objetos de decoração que alegrem ainda mais a hora do banho”, afirma a cerimonialista Milene Szaikowski.
Toalhas, saboneteiras, roupões, tapetes, porta-utensílios, espelho, chinelo de pano, cremes e sabonetes são alguns dos artigos que podem ser pedidos nos convites. “A noiva pode fazer um convite com as cores que ela vai decorar o banheiro, assim ela inspira as convidadas a escolher presentes com as mesmas cores. O convite pode ser um formato de uma banheira, com desenhos de espuma ou que remetam a temática banheiro”, aconselha.
A decoração também pode combinar com o estilo do chá e pode ter
velas aromáticas, toalhas, espelhos e mini-sabonetes espalhados pelo local. “Para entrar no clima a noiva pode usar um roupão e chinelos de pano para participar das brincadeiras, vestir uma touca de banho nos cabelos e fazer bolinhas de sabão na hora de tirar as fotos”, exemplifica a cerimonialista.
A noiva pode levar a risca a ideia do chá e oferecer pães, frios, bolo, chá e café para as suas convidadas. Para incrementar, salgadinhos, docinhos e até refrigerantes também são muito bem-vindos. “As lembrancinhas podem ser mini-sachês perfumados, mini-sabonetes ou sais de banho, com uma embalagem especial que traga a data do chá e o nome da noiva”, acrescenta.

Chá garante os artigos de banho da casa nova

Porta-utensílios, toalhas e sabonetes fazem parte da lista de presentes do Chá-de-banheiro.

Para as noivas que já tem a casa praticamente montada, mas não perdem a oportunidade de juntar as amigas e festejar, o chá-de-banheiro é a bola da vez. Apesar de não ser muito comum aqui no Brasil, ele está ganhando espaço e é diversão garantida. “Neste chá as noivas pedem itens que são úteis no banheiro ou objetos de decoração que alegrem ainda mais a hora do banho”, afirma a cerimonialista Milene Szaikowski.

Toalhas, saboneteiras, roupões, tapetes, porta-utensílios, espelho, chinelo de pano, cremes e sabonetes são alguns dos artigos que podem ser pedidos nos convites. “A noiva pode fazer um convite com as cores que ela vai decorar o banheiro, assim ela inspira as convidadas a escolher presentes com as mesmas cores. O convite pode ser um formato de uma banheira, com desenhos de espuma ou que remetam a temática banheiro”, aconselha.

A decoração também pode combinar com o estilo do chá e pode ter

velas aromáticas, toalhas, espelhos e mini-sabonetes espalhados pelo local. “Para entrar no clima a noiva pode usar um roupão e chinelos de pano para participar das brincadeiras, vestir uma touca de banho nos cabelos e fazer bolinhas de sabão na hora de tirar as fotos”, exemplifica a cerimonialista.

A noiva pode levar a risca a ideia do chá e oferecer pães, frios, bolo, chá e café para as suas convidadas. Para incrementar, salgadinhos, docinhos e até refrigerantes também são muito bem-vindos. “As lembrancinhas podem ser mini-sachês perfumados, mini-sabonetes ou sais de banho, com uma embalagem especial que traga a data do chá e o nome da noiva”, acrescenta.

Tradição antes do casamento

A tradição antiga de fazer o chá-de-panela antes do casamento persiste ao tempo e passa de geração para geração. Atualmente são tantos os tipos de chás que a noiva pode escolher o que mais lhe agradar. Segundo a cerimonialista Milene Szaikowski, não há ao certo uma estimativa de quantos chás existem, o que se sabe é que cada um traz alguma coisa diferente.
O chá-de-caldeirão traz na lista de presentes mantimentos para abastecer a dispensa do casal, o chá-bar equipa a cozinha e o bar da nova casa, no chá-de-banheiro os convidados podem dar artigos de banheiro como presente e no chá-de-lingerie a noiva recebe peças íntimas para agradar o futuro marido.
“Ainda tem o chá-de-relógio, no qual o presente é associado a um período do dia; o chá-de-literatura no qual são dados livros; o chá-de-jardim, que como o nome diz inclui utensílios para o jardim e plantas; e o chá-profissional, no qual os presentes são coisas relacionadas ao ambiente de trabalho e a profissão da noiva”, ressalta Milene.
A cerimonialista explica que para realizar o chá, independente do tipo, é preciso planejamento. “Os convites, a decoração e as lembrancinhas são personalizados conforme o tema do chá. Ele deve ser realizado um mês antes do casamento e os convites devem ser entregues com pelo menos quinze dias de antecedência, para que os convidados possam se organizar”, aconselha.
Milene lembra que no convite deve constar a data, horário, endereço e o presente de acordo com o chá que será realizado e jamais uma pessoa deve ser chamada para o chá e não ser convidada para o casamento. “O ideal é chamar apenas as pessoas mais próximas, como amigos e parentes e escolher um horário entre as 16 e as 20 horas para dar início ao chá”, recomenda.
Todos os chás pedem um lanche leve e gostoso, que não necessitem de talheres, como salgadinhos, canapés, sanduíches, docinhos e o bolo. “Em qualquer chá as brincadeiras que possam causar qualquer constrangimento devem ser evitadas. Aposte nas brincadeiras e castigos descontraídos, divertidos e que alegrem o ambiente”, acrescenta.

Valentine’s Day inspira namorados a fazer pedido de casamento

No Brasil o dia dos namorados é comemorado em 12 de junho, véspera do dia de Santo Antônio. Em outros países a data é conhecida pelo dia de São Valentim ou Valentine’s Day e é comemorada em 14 de fevereiro. Nos Estados Unidos o dia de São Valentim é o segundo feriado mais comemorado, perdendo apenas para o Natal. “Eles tem o costume de enviar cartões chamados de Valentines. Alguns possuem mensagens dirigidas a membros específicos da família”, explica a cerimonialista Milene Szaikowski.
A origem do feriado remonta aos tempos de Roma. Nos últimos dias da cidade, ferozes lobos ficavam rondando as casas e os romanos chamavam o deus Lupercus para manter os animais afastados. Para homenagear o deus eles preparavam um festival, comemorado no dia 15 de fevereiro. “Durante o festival os nomes das moças romanas eram escritos em pedaços de papel que por sua vez eram colocados em frascos. Cada homem escolhia um frasco e a moça escolhida seria sua namorada durante aquele ano”, esclarece.
Como o imperador não permitia que os soldados se casassem, pois acreditava que assim eles deixariam de ir para guerra por causa da família, o padre Valentine casava os jovens em segredo. Ao ser descoberto, o padre foi preso e julgado a morte. No dia 14 de fevereiro ele foi morto e desde então é considerado um santo. “Existe ainda outro Valentim, que foi preso por ajudar os cristãos. Antes de ser morto ele enviou uma carta de despedida a sua amada, com a assinatura ‘de seu Valentim’. Por isso a frase é usada em cartas de amor”, acrescenta.
Milene ressalta que esta data é inspiradora para muitos homens pedirem a mão de suas amadas em casamento. “Meu pai foi um desses que resolveu pedir a namorada em casamento no dia dos namorados. Como ele é brasileiro escolheu a data comemorada aqui. Então no dia 12 de junho de 1977 meus pais ficaram noivos e se casaram em 03 de setembro daquele mesmo ano”, revela.
A cerimonialista conta que seu primo também pediu a mão de sua namorada em casamento no dia dos namorados. “O pedido aconteceu em junho de 2008. E em setembro de 2009 os pombinhos subiram ao altar e firmaram seu compromisso de amor um com o outro. Quem sabe as namoradas que ainda não tem uma aliança dourada no seu dedo direito ganhe uma no próximo dia dos namorados ou no Valentine’s Day”, brinca Milene.
Milene Szaikowski
Formada em design de produto pela UFPR, Milene também fez cursos no Senac (Organização de Eventos Sociais), na UTFPR (Planejando e Organizando e Organizando Eventos: do Cerimonial ao Protocolo) e na Arquidiocese de Curitiba (Novas normas para Celebração do Matrimônio). A designer é cerimonialista, proprietária da empresa Tangram Eventos e criadora e administradora do blog Noividades e do blog Bem-casados, que trazem ideias e novidades sobre os preparativos e tudo o que envolve casamentos.

Blog mostra trabalho de costureira que realiza o sonho das noivas

Muitas tradições que remontam os tempos nos quais as mulheres eram donas de casa ou que poucas trabalhavam fora foram deixadas para trás. Outras continuam, mas se adaptaram aos novos tempos para sobreviver. É o caso do enxoval, que antes era feito antes mesmo da futura noiva ter um noivo. Bastava à menina virar moça e as famílias já começavam a confeccionar o enxoval.
Muitas aprendiam a costurar, bordar, tricotar e fazer crochê ainda na escola e antes mesmo de atingir a idade adequada para casar as peças utilizadas na cama, no banheiro e na cozinha já estavam prontas, aguardando o momento para serem utilizadas. Hoje os tempos são outros, as mulheres têm que se dividir em várias funções e dificilmente sabem costurar, o que torna inviável a confecção do seu próprio enxoval.
Para resolver o problema, as noivas de plantão recorrem às lojas e compram suas peças prontas. Também há a possibilidade de encomendar para costureiras especializadas no assunto, como a Angela Maria Pacheco. Angela atua no ramo de confecção há mais de 15 anos e faz enxovais para cama, mesa e banho e peças com temas comemorativos, como a Páscoa e o Natal.
Seu trabalho é reconhecido pela qualidade, beleza e bom gosto. A costureira atende inúmeros pedidos e sempre está inventando coisas novas para agradar suas consumidoras. Para ajudar no negócio, sua filha Verônica Pacheco fez um blog no qual Angela pode divulgar seu trabalho e receber encomendas. É possível ver fotos das peças e conhecer um pouco mais este trabalho artesanal feito com tanto carinho.
Jogos de lençóis completos, toalhas bordadas para o banheiro, toalhas e trilhos de mesa, colchas, mantas, almofadas, panos de prato e luvas térmicas são apenas alguns dos itens que Angela confecciona. Conheça mais sobre o seu trabalho no endereço eletrônico www.enxovaldamamy.blogspot.com

Escolha do penteado de noiva deve levar em conta formato do rosto

Escolher o penteado de noiva pode se tornar um grande dilema. É preciso levar em consideração o formato do rosto, estilo pessoal, corte do cabelo e o modelo do vestido. “O penteado é o grande complemento do visual da noiva, que deve estar impecável no seu grande dia. Contratar um profissional competente, que passe segurança e tranquilidade é fundamental para que o resultado seja o melhor possível”, ressalta a cerimonialista Milene Szaikowski.
Para cada tipo de rosto existe uma penteado mais adequado, que valoriza as características individuais. Um rosto redondo pede algumas mechas soltas nas laterais, que dão a impressão do rosto ser mais fino. “Quem tem rosto no formato triangular também pode abusar das mechas, que tiram a atenção do queixo fino, deixando o look mais simétrico”, explica.
As noivas com fisionomia quadrada devem escolher penteados que deixem o cabelo com mais volume, para harmonizar os contornos faciais. “As sortudas são as com rosto oval. Este combina com qualquer tipo de penteado. Mas fica a dica: a noiva é a pessoa mais abraçada da festa, então o melhor é optar pelo semi-preso ou preso, pois cabelos soltos desmancham com mais facilidade e no final da festa você pode estar descabelada”, recomenda.
Quem tem cabelo curto não precisa se desesperar. Há vários penteados que podem ser feitos e os acessórios dão o toque final. “Flores, tiaras e outros adereços complementam e valorizam muito o penteado. Para os fios curtos uma boa ideia é fazer uma franja lateral, enrolar as pontas e colocar algum acessório que não destoe do vestido. Uma escova bem feita, com um adereço especial também pode deixar a noiva linda”, observa.
Milene lembra que conversar bastante com o profissional responsável pelo cabelo ajuda a definir todos os detalhes do penteado, evitando frustrações no grande dia. “Jamais deixe de fazer pelo menos uma prévia do penteado e da maquiagem alguns dias antes do casamento. Geralmente a noiva pode escolher três tipos diferentes para testar e escolher o que mais lhe agrada”, acrescenta.

Mini casamento: Menos convidados, menos gastos e sonho realizado

No Brasil são comuns as festas de casamento serem grandes e com muitos convidados, devido ao tamanho das famílias e a quantidade de amigos. Na Europa o costume é outro: os casamentos são pequenos e eventos com mais de 60 pessoas são considerados grandes. “Isto acontece porque lá as famílias são bem menores que aqui, mas a tendência européia dos Mini Casamentos surgiu como uma opção para quem quer realizar o sonho de casar sem gastar muito”, explica a cerimonialista Milene Szaikowski.
O principal objetivo do mini casamento é fazer uma festa bonita, barata e apenas para familiares e amigos bem próximos. Ainda sim, aqui no Brasil a lista de convidados comporta até 100 pessoas no máximo. “Não há mínimo, pode ser 30, 60 ou 90 pessoas, o importante é que sejam apenas as mais próximas do casal. Afinal, quanto mais gente, mais caro fica o casamento”, observa.
Se o evento tem poucos convidados, então o número de padrinhos também deve ser reduzido. Segundo Milene, um casal para cada lado é o bastante – mais que isso pode parecer exagero. Quanto aos convites, eles continuam sendo fundamentais. “Não é porque o casamento é mini que algumas formalidades devem ser deixadas de lado. Nada de convidar por telefone ou e-mail, o convite deve ser entregue em mãos como em qualquer casamento”, ressalta.
A vantagem do mini casamento é poder ousar no local da recepção. O casal pode escolher um lugar aconchegante, que tenha o estilo dos noivos. “Pode ser um restaurante charmoso, uma casa de chás, um salão de hotel ou de igreja. Com o número de convidados é menor, a festa fica mais íntima e os noivos conseguem ficar com todos os presentes, coisa que dificilmente é possível em eventos maiores”, destaca a cerimonialista.
Se a cerimônia for pela manhã ou durante a tarde, servir um coquetel, um brunch ou um café colonial é uma boa pedida. Para casamentos à noite, o jantar é indispensável. “Espumantes, coquetéis, água e refrigerante são ótimas opções de bebidas e que não encarecem tanto o evento quanto as bebidas alcoólicas”, acrescenta.
A decoração do mini casamento deve ser singela, com detalhes que tenham a ver com os noivos. E o casal não deve esquecer de contratar um bom serviço de foto e filmagem. “Estas são as lembranças que ficam para sempre. Contratar uma cerimonialista também é fundamental. Mesmo que o casamento seja em proporções menores, é essa profissional que fará com que tudo aconteça no tempo certo e é ela que cuida de tudo enquanto os noivos aproveitam o grande dia”, finaliza.

Milene Szaikowski é responsável por casamento com 300 convidados em Curitiba

No último sábado (15), o casal Monica Hansen e Marcelo Soczek Palú selou seu compromisso de amor diante de Deus, suas famílias e amigos. A cerimônia foi realizada na Igreja Cristo Rei e a recepção foi no Clube de Campo Santa Mônica. “Deu tudo certo, o casamento foi simplesmente perfeito”, comemora a cerimonialista Milene Szaikowski, responsável pelo cerimonial e toda assessoria do evento.
Milene conta que os preparativos começaram com a montagem de um cronograma personalizado , de acordo com o tempo que havia até o casamento. “Durante os preparativos eu acompanhava se o cronograma estava sendo cumprido e se precisava de algum ajuste. Fiz a indicação de vários fornecedores e quando a noiva precisava eu também opinava sobre outros profissionais”, afirma.
Um dos destaques da festa – os noivinhos do topo de bolo de madeira no estilo de bonequinhas russas – foram encontrados graças a uma extensa pesquisa que Milene fez. “A Monica deixou claro desde a primeira reunião que queria os noivinhos de madeira, então eu pesquisei muito e encontrei uma fornecedora no Rio de Janeiro. Eles eram lindos e fizeram o maior sucesso, todo mundo comentava na festa”, ressalta.
A cerimonialista também ajudou na concepção do vestido, dando ideias de saia e sugestões na última prova, deu alguns pitacos na maquiagem – já que a noiva estava um pouco insegura com a prévia – e auxiliou na elaboração do layout do salão. “No dia do casamento acompanhei toda a montagem no Santa Mônica, verifiquei as bebidas, arranjos, peguei o buquê e entreguei onde a noiva estava e fui organizar o cortejo na igreja”, declara.
Segundo Milene, como o casamento era grande, com 300 convidados, ela levou duas assistentes e rádios comunicadores para acompanhar cada detalhe durante todo o evento e no final da festa a sensação era de missão cumprida. “Fui embora feliz da vida, pois foi o casamento que mais deu certo até hoje. A noiva era super tranquila e isso ajuda muito, pois as coisas fluem melhor. Essa tranquilidade é importante para que tudo esteja em harmonia. Muitas vezes quando a noiva é muito ansiosa ou nervosa, acabam acontecendo alguns imprevistos. É engraçado, mas parece que atrai”, comenta.

Nova tabela de bodas traz uma pedra preciosa a cada ano de união

O casamento é o momento da celebração da união de duas pessoas que se amam e querem viver junto o resto de suas vidas, pelo menos na teoria. Com o passar do tempo a união é celebrada apenas entre o casal e apenas as comemorações mais importantes – como quando o casamento completa 25 e 50 anos – incluem familiares e amigos.
As chamadas bodas são a celebração de cada aniversário de casamento e as mais conhecidas são as de Prata (25 anos) as de Ouro (50 anos). A palavra boda vem do latim, proveniente da palavra votum, que significa promessa. “No sentido religioso, quando se comemora bodas está se comemorando a promessa feita entre o homem, a mulher e Deus”, explica a cerimonialista Milene Szaikowski.
Na cultura ocidental o costume é relacionar as bodas a algum material que a represente. Até o fim do ano passado havia uma lista, que incluía cada ano de casamento até os 70 anos de união, com diversos materiais como papel, flores, cobre e até açúcar para representar as bodas, mas desde o dia 1º de janeiro uma nova lista entrou em vigor.
Segundo Milene – que também é designer e proprietária da Tangram Eventos – a nova tabela nova tabela foi proposta pelo Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM) e visa vincular os ritos de comemoração de cada aniversário de casamento a uma pedra preciosa brasileira. “A sugestão foi da joalheria Ewiglich Jóias, de Petrópolis, no Rio de Janeiro”, acrescenta.
A nova listagem mantém as tradicionais bodas de Prata e de Ouro e traz uma pedra preciosa a cada ano. “Acredito que isso agradará as mulheres, pois é um excelente motivo para ganhar uma jóia nova a cada ano”, brinca Milene. Entre as pedras estão a Ametista, o Topázio Azul, a Esmeralda, a Peróla de Água Doce, o Rubi e o Diamante Colorido.

Confira a lista completa e comemore suas bodas!
1 – AMETISTA
2 – TOPÁZIO AZUL
3 – GREEN GOLD – quartzo verde (cor induzida)
4 – CRISTAL DE ROCHA – quartzo incolor
5 – TOPÁZIO IMPERIAL
6 – PERIDOTO
7 – CITRINO
8 – RUBELITA – turmalina vermelha
9 – PEDRA DA LUA
10 – ESMERALDA
11 – ALMANDINA – granada
12 – OPALA
13 – ÁGATA – calcedônia
14 – QUARTZO ROSA
15 – ÁGUA MARINHA
16 – PÉROLA DE ÁGUA DOCE
17 – VERDELITA – turmalina verde
18 – QUARTZO RUTILADO
19 – KUNZITA – espodumênio lilás
20 – DIAMANTE COLORIDO
21 – INDICOLITA – turmalina azul
22 – TURMALINA BICOLOR
23 – ANDALUZITA
24 – MADREPÉROLA
25 – PRATA
26 – TURQUESA
27 – CRISOPRÁSIO – calcedônia
28 – HEMATITA
29 – PRASIOLITA – quartzo verde
30 – PÉROLA
31 – HIDDENITA – espodumênio verde
32 – RODOLITA – granada
33 – QUARTZO FUMÊ
34 – ESPODUMÊNIO
35 – SAFIRA
36 – CALCEDÔNIA
37 – HELIODORO
38 – OLHO DE TIGRE
39 – SODALITA
40 – RUBI
41 – LABRADORITA
42 – ESPESSARTITA – granada
43 – IOLITA
44 – PÉROLA SOUTH SEA
45 – TURMALINA PARAÍBA
46 – TANZANITA
47 – DIAMANTE NEGRO
48 – OLHO DE GATO
49 – GOSHENITA – berilo incolor
50 – OURO
51 – CRISOBERILO
52 – ALEXANDRITA
53 – MORGANITA – berilo rosa
54 – OPALA DE FOGO
55 – JADEÍTA
56 – DENDRITA – quartzo
57 – BRASILIANITA
58 – LÁPIS LAZULI
59 – MALAQUITA
60 – DIAMANTE
61 – AMAZONITA
62 – ÂMBAR
63 – NEFRITA
64 – RODOCROSITA
65 – PÉROLA NEGRA
66 – AMETRINO – quartzo bicolor
67 – JASPE
68 – ESPINÉLIO
69 – ABALONE
70 – PLATINA

Cronograma é fundamental na entrega dos convites de casamento

Um dilema durante os preparativos do casamento é a entrega dos convites aos convidados, já que esta tarefa exige tempo, planejamento e é trabalhosa. Com exceção dos que moram em outras cidades – e podem receber os convites pelo correio -,  todos os outros devem ser convidados pessoalmente pelos noivos.
A cerimonialista Milene Szaikowski explica que no começo o casal fica empolgado com a ideia, mas à medida que os convites são entregues eles vão ficando cansados. “É quase impossível dar uma passadinha rápida em cada casa que se vai entregar um convite. Muitas vezes aquele convidado não vê os noivos há algum tempo e por isso quer conversar, servir um café e o tempo vai se esgotando”, afirma.
Para conseguir finalizar esta ‘missão’ com sucesso, Milene sugere que os noivos elaborem uma estratégia para não se perderem na entrega e acabarem atrasando o prazo. “Como o prazo para a entrega é de 60 a 30 dias antes do evento, os convites devem ser encomendados com pelo menos quatro meses de antecedência, assim eles ficarão prontos a no máximo três meses da data do casamento”, ressalta.
Milene sugere que primeiro sejam enviados os convites para outras cidades, principalmente para outros países, para garantir que eles cheguem a tempo. “Uma noiva minha pegou uma época de greve dos Correios bem na época de enviar os convites. Por isso as noivas devem ser prevenidas e enviar com bastante antecedência”, recomenda.
Outra dica é separar os convites por grupos, como por exemplo  os que são da família do noivo, da noiva, amigos do trabalho, da faculdade, enfim. “Nesta hora os familiares podem ajudar e muito. Depois da divisão, encaminhe aos pais os convites que eles devem entregar e para o restante o casal deve fazer um planejamento de acordo com o tempo disponível”, acrescenta.
A cerimonialista conta que a maioria das suas noivas reclama que o noivo acaba enrolando e não entrega os convites dele a tempo, por isso o cronograma é fundamental. “Marcar reuniões entre amigos da mesma turma é outra forma de agilizar a entrega, mas lembre-se de chamar apenas os que serão convidados para o casamento. O chá de panela também é uma excelente oportunidade de entregar vários convites de uma única vez”, aponta.

Comprar o vestido de noiva garante exclusividade

Diferente do que acontece em outros países – nos quais grandes marcas de vestidos de noivas vendem suas coleções em lojas -, no Brasil o conceito da compra de vestidos está relacionado à produção exclusiva. “No sistema brasileiro de compras de vestido a peça é desenhada exclusivamente para a noiva. As lojas brasileiras raramente apresentam coleções prontas para a venda, como acontece lá fora”, explica Milene Szaikowski, designer, cerimonialista e proprietária da Tangram Eventos.
Entre as vantagens de comprar o vestido de noiva está a exclusividade. O traje será único, ninguém terá outro igual. “Se a noiva tem um estilo próprio com certeza encontrará a melhor opção num vestido desenhado especialmente para ela. Alguns estilistas fazem uma análise do biótipo da noiva para que o vestido caia como uma luva. Vale contar que o atendimento nesses casos é totalmente personalizado”, ressalta.
Como o vestido é costurado sob medida, a modelagem é perfeita e o traje terá o caimento adequado. “É possível desenhar um vestido que valorize o que a mulher tem de melhor, desviando a atenção daquilo que ela não gosta tanto assim no seu corpo. Como o vestido será da noiva, não é preciso seguir os padrões”, acrescenta.
Quanto ao acabamento, ele será impecável já que não será necessário fazer ajustes. Além disso, a liberdade de escolher os tecidos, bordados, modelo e outras matérias primas é outra vantagem. “Pra quem é mais exigente, sem dúvida mandar fazer é a opção ideal. Pela parte sentimental também é uma grande lembrança que poderá ser mostrada as gerações futuras da família”, observa a cerimonialista.
Milene aponta que comprar o vestido pode ter algumas desvantagens. A peça precisa de manutenção para não sofrer o desgaste do tempo e de um bom espaço para ser guardado. “Geralmente o custo da compra é maior do que o aluguel, o que leva a maioria das noivas a optar pela locação”, finaliza.

Contrato assegura direitos dos noivos

Fotografia, música, buffet, decoração, cerimonial, dia da noiva, trajes e mais uma infinidade de serviços são necessários para realizar um casamento. Na hora de escolher qual é o melhor fornecedor para o seu evento é preciso tomar alguns cuidados para garantir que o que foi contratado será cumprido. “É muito importante pesquisar vários fornecedores e comparar serviços semelhantes para saber se o preço é justo e quais são os diferencias de cada um. Pedir referências a outros casais que já contrataram esta ou aquela empresa também é essencial”, ressalta Milene Szaikowski, designer, cerimonialista e proprietária da Tangram Eventos.
Os noivos devem ficar atentos ao contrato, ler todas as cláusulas e avaliar se tudo está conforme o esperado. Este documento é a segurança do casal e se por acaso alguma coisa não sair conforme o combinado, o contrato pode ser usado como prova. “Tudo deve ser detalhado minuciosamente. É fundamental que esteja descrito o tipo de serviço que está sendo contratado, a forma, a quantidade, o tempo de duração, as cores, marcas, a quantidade de profissionais que estarão disponíveis no evento, enfim, quanto mais detalhes tiver, melhor”, explica a especialista.
Outro item que não deve ser esquecido é o horário da instalação e retirada dos serviços, como decoração, música e buffet. “O contrato deve especificar qual o valor da hora extra, caso a festa se estenda mais do que o previsto para evitar constrangimentos e não deixar os noivos e convidados na mão”, aconselha. Milene recomenda também que os fornecedores presentes no evento tenham em mãos um roteiro feito pela noiva ou pela cerimonialista, para saber o momento em que cada coisa irá acontecer.
Se houver algum imprevisto e o casal não ficar satisfeito com o que a empresa ofereceu ou se houver quebra de contrato, é possível entrar na justiça para fazer o seu direito valer. “O contrato, depoimentos dos convidados e até mesmo fotografias, dependendo do caso, servem como provas de que a empresa não honrou com seus compromissos. Então é possível pedir a diminuição do valor pago, o reembolso integral e dependendo do constrangimento e prejuízos que o casal teve pode-se ainda pedir uma indenização por danos morais”, acrescenta Milene.

Optar pela locação do vestido de noiva é uma escolha sustentável

Quando se fala em casamento, uma das primeiras coisas que vem a cabeça é o vestido de noiva. São infinitos modelos, com diferentes cortes, tecidos, rendas e bordados para agradar a todos os gostos. Quando a noiva vai em busca do seu vestido, uma dúvida sempre aparece: vale mais a pena comprar ou alugar?
Segundo Milene Szaikowski, designer, cerimonialista e proprietária da Tangram Eventos, a resposta varia de acordo com as preferências da noiva. “Há vantagens e desvantagens na compra e no aluguel e cabe a noiva decidir o que é melhor para ela naquele momento. No Brasil é mais comum optar pela locação, já que é uma peça usada uma única vez. No exterior o costume é comprar o vestido. As grandes marcas lançam suas coleções a cada temporada e as vendem em lojas”, conta.

O aluguel
A primeira vantagem do aluguel é a economia. Como o vestido já está pronto na loja, basta escolher o que mais lhe agrada. Quando o casamento acabar é necessário apenas devolvê-lo, sem a necessidade de arranjar um espaço para guardá-lo. “Para quem pensa no futuro, alugar um vestido poupa o uso de energia elétrica e de matérias primas utilizadas na confecção de uma nova peça, é uma escolha mais sustentável”, ressalta a cerimonialista.
Entre as desvantagens está o padrão utilizado pelas lojas, que geralmente seguem uma linha que agrade o perfil de suas consumidoras. “Os tecidos, modelagens e materiais são padronizados e caso a noiva não se encaixe no perfil da loja, seu vestido pode ficar mais caro do que o esperado no caso de primeira locação”, observa.
Os vestidos prontos para locação são ajustados conforme as necessidades de cada cliente e o acabamento nem sempre é de primeira linha, já que é preciso deixar sobras de tecidos para fazer os ajustes. Quem preferir alugar o traje também deve ter em mente que não terá exclusividade. “Com certeza você verá o seu vestido em outra noiva, mais cedo ou mais tarde. Não são todas as lojas que reservam o vestido a partir da data de locação até o dia do casamento exclusivamente pra você”, acrescenta Milene.
Para quem acredita que as coisas carregam energia, o vestido usado trará a energia das noivas que já o usaram. “Realmente depois do casamento não há muito o que fazer com o vestido. Agora com o advento dos ensaios pós casamento até existe a possibilidade de usá-lo mais de uma vez. Mas é importante lembrar que no caso da compra, o vestido precisa de manutenção para não amarelar e de um bom espaço no guarda-roupa para guardá-lo”, finaliza.

Casar na sexta-feira pode ser mais barato do que fazer a cerimônia no sábado

O dia preferido dos noivos para se casarem sempre foi o sábado. Mas com o passar do tempo, as datas nas igrejas, restaurantes e salões de festa passaram a ser muito concorridos e surgiram opções de dias diferentes da semana para realizar o matrimônio, como a sexta-feira.
Segundo Milene Szaikowski, designer, cerimonialista e proprietária da Tangram Eventos, a escolha pela sexta-feira traz algumas vantagens, porém exige atenção especial a alguns fatores.
Primeiro vamos aos benefícios. A maior vantagem é a economia, já que em alguns lugares casamentos na sexta são mais baratos. “Uma de minhas noivas conseguiu um desconto de R$ 1000 na locação do salão por escolher uma sexta-feira”, afirma Milene. Outro benefício diz respeito à igreja. “Caso você se case na igreja, será a única noiva do dia. A vantagem é poder escolher a decoração ao seu gosto, sem precisar decidir isso com outra noiva”, ressalta a cerimonialista.
Mas antes de marcar seu casamento para uma sexta-feira, fique atento a alguns detalhes. Se você tiver muitos convidados de outras cidades, aumenta as chances deles não estarem presentes. Sexta-feira é um dia de trabalho e pode ser que nem todos consigam uma folga para estarem presentes na cerimônia. “Eu tive uma noiva que se casou numa sexta e boa parte dos convidados era de fora. Porém, ela escolheu uma sexta-feira em que havia um feriado na véspera. Nesse caso deu tudo certo”, conta a designer.
Os noivos também não podem esquecer que devido ao trabalho de várias pessoas, o casamento não pode ser marcado em um horário muito cedo. “A cerimônia deve começar a partir das 20h30, assim suas convidadas terão tempo de se arrumar. Além disso, o trânsito é tumultuado e os convidados podem se atrasar”, observa.
O trânsito também pode atrapalhar na hora do deslocamento da própria noiva. “Se puderem fujam de locais onde o trânsito é mais congestionado, busquem lugares próximos para realizar a cerimônia e a recepção. A noiva também deve procurar se arrumar num salão ou hotel próximo ao local da cerimônia para evitar contratempos”, aconselha Milene.

Carros antigos dão um toque de glamour no casamento

Entre os muitos sonhos que uma noiva tem ao pensar em seu casamento, um deles é ser levada até o local da cerimônia em um carro que valorize o seu momento, que o torne ainda mais especial. A cerimonialista Milene Szaikowski – que também é designer e proprietária da Tangram Eventos, afirma que o trajeto até a igreja é sempre de muita ansiedade. “Ansiedade, alegria, expectativas, enfim, todas as emoções se misturam neste momento. Por isso é fundamental que a pessoa escolhida para levar a noiva até a cerimônia seja muito tranquila e passe isso a ela”, enfatiza.
Algumas noivas preferem carros luxuosos e modernos, outras optam por veículos antigos devido ao seu glamour, ao ar retro e clássico que possuem. “Se tratando de carros antigos é de extrema importância verificar o estado de conservação do carro. Verifique se ele é revisado constantemente e se não fica somente na garagem para evitar que ele te deixe na mão no grande dia”, recomenda Milene.
Como o vestido costuma ser volumoso, com véu e muitas saias, o veículo deve ser espaçoso, para que a noiva fique confortável durante o trajeto. “Ao contratar o carro peça para o motorista testar o trajeto antes, para que ele saiba quanto tempo leva do local que você irá se arrumar até o local da cerimônia. É imprescindível passar todos os endereços necessários corretamente, evitando qualquer tipo de dúvida no dia”, explica.
No contrato de prestação de serviços deve constar todos os detalhes do carro como modelo, ano, placa e também o nome do motorista. Milene observa que é importante que se coloque uma opção de carro reserva caso haja algum imprevisto no dia. “Também coloque os locais de saída e horários. Se os noivos quiserem é possível marcar com o motorista para levá-los até o hotel após o casamento”, finaliza Milene.

Estimativa correta do número de convidados é fundamental na hora de organizar um casamento

Fazer a lista de convidados para o casamento dá muito trabalho e pode até gerar alguns conflitos entre o casal, principalmente quando é necessário fazê-la o mais enxuta possível. Quando a lista está pronta, já é possível ter uma ideia do número total de pessoas, estimativa importante e necessária na hora de contratar serviços como o buffet, o salão de festas, saber a quantidade de bolo, doces, lembrancinhas, etc. “A organização de um casamento depende do número de convidados, tudo gira em torno disso. Por este motivo é essencial saber a quantidade correta de pessoas, para não gastar demais e nem faltar nada no dia da cerimônia”, ressalta a designer e proprietária da Tangram Eventos Milene Szaikowski.
Milene recomenda que os noivos optem por fazer RSVP, sigla francesa que significa “répondez s`il vous plait”, ou melhor, “responda por favor”. “Escrever esta sigla no convite significa que o casal quer uma resposta se a pessoa poderá comparecer ou não ao casamento. Este serviço pode ser feito por uma cerimonialista e é de grande valia para não errar na conta”, afirma. Existe o RSVP passivo e o ativo. No passivo o próprio convidado é encarregado de confirmar sua presença, seja por telefone, email ou até mesmo pessoalmente. Já o ativo uma pessoa fica responsável por ligar para todos os convidados e confirmar as presenças.
O ideal é fazer a confirmação passiva do modo tradicional e ligar apenas para quem não confirmou. “Escrever no convite que o convidado deve informar apenas se não puder comparecer, ou seja, que sua presença já está confirmada é sempre um risco. Em geral isso não funciona porque infelizmente as pessoas não têm a cultura de confirmar as presenças”, alerta Milene. Ela avisa ainda que os noivos que não fizem o RSVP ativo e ficam esperando que as pessoas apenas avisem a ausência podem ficar no prejuízo, já que muitos podem faltar ao evento.

Convidados
Toda vez que você for convidado para um evento e no convite constar que é necessário confirmar a presença, confirme-a. “O convidado deve confirmar tanto a presença quanto a ausência. Muitas pessoas acham que não é necessário avisar que não poderão comparecer e até se sentem constrangidas. Mas é de extrema importância dizer que você não poderá ir, não é preciso dizer o motivo. Apenas peça desculpas, mas não deixe de avisar”, frisa Milene. E se você confirmar sua presença, não deixe de ir de forma alguma, só falte em casos de força maior. Os anfitriões contam com a sua presença no evento e caso o número de convidados não chegue ao valor pago, o dinheiro não será devolvido. “Isto é, se você fechar o salão para 200 pessoas e apenas 150 convidados comparecerem, o valor das 50 pessoas que faltaram não será devolvido”, explica a cerimonialista.

Bordados em pedraria, apliques e corsets são as tendências para vestidos de noiva

O vestido é da estilista filipina Monique Lhuillier.

O vestido de noiva é um dos grandes símbolos do casamento e sempre segue as tendências da moda. Do mais tradicional ao mais ousado, o vestido mistura a identidade da noiva com os sentimentos da realização do matrimônio. Na Idade Média as vestes da noiva demonstravam o poder econômico da família e a cor não importava, sendo o vermelho a mais usada.
Com o passar do tempo, o preto e tonalidades escuras também eram as opções mais escolhidas. Não se sabe ao certo quando surgiu a tradição do vestido branco, mas muitos atribuem à rainha Vitória, da Inglaterra, no século XIX, que foi uma das primeiras pessoas da nobreza a se casar por amor, vestida com um luxuoso vestido branco. “A maioria das noivas prefere o vestido branco e deixam para ousar na cor do buquê, no estilo do vestido ou em outros acessórios. O que importa é ela se sentir a noiva mais linda naquele momento”, afirma Milene Szaikowski, designer, cerimonialista e proprietária da Tangram Eventos.
Segundo Milene, a tendência 2010/2011 são os vestidos com saias mais volumosas, evasê ou sereia, ou as mais fluidas. “Não tem meio termo, ou a saia é bem fluida ou com mais volume. Vestidos curtos para a festa, bordados em pedraria, localizados em uma faixa na cintura ou no busto, faixas na cintura de outra cor, aplicações florais ou em plumas, babados e plissados também estão em alta”, aponta.
Na modelagem, são os corsets que estão fazendo a cabeça das noivas mais antenadas. Prático, bonito e elegante, a peça se ajusta a praticamente todos os tipos de corpo. “Eles valorizam a silhueta, afinando a cintura e destacando o busto. Assim a noiva fica mais feminina e aparenta estar mais magra”, acrescenta. Os vestidos de um ombro só e com decotes assimétricos continuam como tendência. A cerimonialista lembra que a noiva pode ousar em algum item, mas não deve sair completamente do seu estilo. “O importante é ela se sentir confortável no grande dia. O ideal é deixar os diferenciais para os detalhes”, observa.
Milene ressalta que conforme o tipo de corpo, a saia ou decote devem ser diferentes, sempre buscando destacar o que há de melhor na noiva. “São várias as tendências e não dá pra misturar tudo num vestido só. A noiva precisa definir seu estilo, se é romântica, moderna ou clássica e seguir essa linha. A ajuda de um bom estilista pode resolver o problema. Ele analisa as proporções do corpo da noiva para desenhar um modelo que valorize o que ela tem de melhor e que oculte aqueles ‘defeitinhos’ ela não quer mostrar”, finaliza.

Cada vez mais personalizados, os bolos de casamento viram o centro das atenções

Coloridos, com laços, fitas, texturas, em forma de objetos, com vários andares, tudo a gosto do freguês, ou melhor, dos noivos. Os bolos de casamento passaram a ser verdadeiras obras de arte, que refletem a personalidade e o estilo do casal. “O bolo pode combinar com o tema do casamento, remetendo as cores usadas na decoração, pode ser divertido, clássico, romântico, tudo depende da personalidade dos noivos”, afirma Milene Szaikowski, designer, cerimonialista e proprietária da Tangram Eventos.
Segundo Milene, a tendência é a personalização. “Os bolos ganham cada vez mais design, são diversas formas geométricas, andares e as decorações ficam cada vez mais criativas. Escrever mensagens na pasta, seguir padrões de renda ou de tecidos, decorar com flores, frutas silvestres, tudo é válido”, assegura. A profissional garante que os noivinhos de topo de bolo continuam com tudo, seja os tradicionais ou os feitos em biscuit, que podem dar um toque a mais de originalidade.
E tem opções até mesmo para quem não quer algo tão tradicional, como os cup cakes (mini-bolinhos) ou o bolo francês (torre de profiterólis ou carolinas decorados com caramelo). Entre as opções que estão em alta pode-se destacar os bolos com mais de três camadas, que chamam a atenção pela elegância e altura. “Uma novidade são os que têm fotos ou caricaturas dos noivos estampados na pasta ou levam as iniciais do casal. Também têm os feitos com chocolate – preto, branco ou em pedaços – ou marshmalow”, acrescenta Milene.
Para saber a quantidade certa, lembrando que é melhor sobrar do que faltar, é preciso levar em conta a variedade do cardápio e demais itens que serão servidos, como doces e frutas. “O ideal é cerca de 100 gramas de bolo por pessoa, mas pode variar. Por exemplo, se for oferecido um jantar com vários pratos e depois os convidados ainda terão uma mesa repleta de doces a sua disposição, é quase certo que comerão menos bolo do que uma recepção mais simples”, explica a designer.
Um pouco de história
Considerado um dos grandes símbolos do matrimônio, o bolo representa fertilidade e abundância e não surgiu da forma como é conhecido hoje. Na Grécia Antiga os convidados recebiam biscoitos feitos com mel e gergelim, representando os momentos doces e salgados do casamento, já na tradição romana era partido um pedaço de pão sobre a cabeça da noiva, desejando fertilidade e bênçãos em abundância. Na Idade Média os convidados é que levavam pequenos bolos para os noivos, que eram empilhados e o casal tentava se beijar sobre eles sem derrubá-los para ter sorte na nova fase. Foi aí que surgiram os bolos com vários andares, repaginados pela culinária francesa no século XVII, que trouxe a tradição dos recheios elaborados e as decorações com muitos ornamentos. “Compartilhar o bolo com os familiares e amigos significa dividir a alegria da união entre duas famílias e desejar sorte aos noivos. Por isso ele nunca sai de moda, só se reinventa”, finaliza.

Cerimonialista contorna imprevisto e festa de 15 anos é o maior sucesso

Tranquilidade, agilidade e criatividade são algumas das competências fundamentais que uma cerimonialista deve ter, em especial quando acontecem imprevistos. Milene Szaikowski, designer, cerimonialista e proprietária da Tangram Eventos, sabe bem disso e provou sua capacidade ao enfrentar um problema em um dos seus eventos. A festa de 15 anos estava com praticamente tudo pronto e faltava pouco mais de um mês para acontecer, quando Milene recebeu uma ligação. “Era do salão, eles ligaram para avisar que o teto despencou e o local foi interditado pelos bombeiros, então não poderíamos mais fazer a festa lá”, afirma.
A mãe e a aniversariante entraram em pânico, ficaram desesperadas e queriam cancelar tudo. E para piorar a situação, no mesmo dia que avisaram o que aconteceu com o salão os convites ficaram prontos na gráfica. “A menina chorava sem parar e eu tentava acalmar ela e a mãe. Tive que explicar que não havia como cancelar o evento, já que todos os outros fornecedores já haviam sido contratados e não podiam mudar a data. Além disso, era o sonho daquela garota, que futuramente ia cobrar da família a festa que não aconteceu”, conta.
Milene explica que teve apenas uma semana para encontrar outro lugar que comportasse todos os convidados, que tivesse um preço dentro do orçamento da família e que tivesse aquela data disponível. “Eu encontrei um buffet em São José dos Pinhais que atendia a todos estes requisitos. Só tinha um problema, a debutante queria que o local tivesse uma escada para ela descer quando trocasse de vestido e este salão não tinha. Então o DJ me ajudou e fizemos uma escada do jeito que ela queria e no fim deu tudo certo”, ressalta.
Sobre os convites, a cerimonialista declara que foram feitos adesivos com o novo endereço e colados em cima do antigo. “Os convites eram diferentes, em formato de disco, e não teria como mandar fazer outros. Então consegui que a gráfica fizesse os adesivos sem custo adicional e os convites puderam ser entregues aos convidados a tempo”, acrescenta.
Segundo Milene, no dia da festa tudo foi muito tranquilo, a decoração ficou linda e o salão estava maravilhoso. “Foi um alívio. Em alguns momentos tive que agir como uma psicóloga, já que a debutante e a mãe entravam em conflito e eu tinha que acalmá-las com a promessa de que tudo daria certo. Na hora que a gente fechou com o novo salão eu pude ver aquela menina sorrindo de novo, consegui realizar o sonho dela dentro daquele lugar”, comemora.
A experiência serviu como base para futuros imprevistos e demonstra a maturidade profissional da cerimonialista. “Isso me ajudou a perceber que eu tenho capacidade para resolver estes impasses. Você sempre está sujeito a acontecer uma coisa dessas e não será a primeira pessoa. Então é preciso ter um bom número de profissionais que sejam seus parceiros e que te ajudem a dar uma jeito na situação para que no fim tudo dê certo”, finaliza.

Milene Szaikowski será a responsável por novo blog do Portal Bem Paraná

Depois do sucesso com o blog Noividades, o qual teve mais de 22.330 visitantes únicos e 27.740 acessos totais somente em outubro, a cerimonialista Milene Szaikowski foi convidada pelo Portal Bem Paraná para administrar um blog. “Eu me sinto muito honrada pelo convite para escrever um blog dentro do Bem Paraná que é um portal de notícias super conceituado e espero poder contribuir à altura com conteúdo informativo para quem está organizando seu casamento”, ressalta.
Milene, que também é designer e proprietária da Tangram Eventos, conta que a paixão pela escrita sempre esteve presente em sua vida. “Eu optei pelo Design quando poderia ter seguido o que todo mundo me dizia e ter feito Jornalismo. A vida foi me levando por outros caminhos. Adoro organizar eventos e com o blog posso unir duas grandes paixões, que são realizar o sonho das pessoas e escrever”,  conta.
O nome do blog será Bem Casados, em referencia ao Bem Paraná e ao doce mais tradicional de casamento, o bem-casado, que simboliza sorte e felicidade para os noivos e para quem come. “Portanto, quero que as minhas dicas tragam muita felicidade aos meus leitores, não só durante os preparativos do casamento, mas por toda a vida”, afirma.
A cerimonialista explica que o novo blog terá um enfoque diferente do Noividades, apesar de tratarem do mesmo assunto. “No Bem Casados pretendo abordar mais sobre a organização do casamento me concentrando em dicas úteis e dúvidas comuns a quem vai casar. E deixarei o Noividades para as novidades, colocando tudo que tenho visto de diferente por aí, além de falar dos casamentos que faço. Claro que vez ou outra terá assuntos que estarão presentes nos dois blogs, mas na medida do possível pretendo diferenciar um do outro”, acrescenta.

Tangram Eventos no Petit Comité Guia da Noiva Região Sul

Acontece no próximo domingo (21) o primero Encontro em Petit Comité do Guia da Noiva Região Sul. O evento contará com a exposição de 18 fornecedores anunciantes do Guia e acontecerá no Hotel Four Points, em Curitiba.

Tangram Eventos completa quatro anos de existência

Hoje, dia 18 de novembro a Tangram Eventos completa quatro anos de muito sucesso, alegria e emoções. Criada em 2006 pela designer Milene Szaikowski, a empresa oferece os serviços de cerimonial, assessoria, consultoria e projetos especiais para eventos e casamentos. Também cria o design e executa a parte de papelaria, como convites, menu e cartões de agradecimento, e faz o serviço de confirmação de presença ativo e passivo. “O objetivo é tornar cada evento único e especial, por isso a Tangram trabalha encaixando todas as peças, como o quebra-cabeça chinês que inspirou o nome da empresa”, afirma Milene.
Para a designer cada evento é especial e ela prima pela qualidade, utilizando todo seu know-how para que tudo saia como o planejado. “Quero que os meus eventos transmitam a sensação de que nada ali é por acaso, que todos os detalhes foram cuidadosamente pensados para combinar entre si”, ressalta. O casal Naiá e Marcelo, que foram os primeiros noivos da Tangram, se surpreenderam com o atendimento personalizado e a dedicação de Milene com cada detalhe. “Recomendamos de olhos fechados. Fizeram de tudo para que nosso casamento fosse perfeito e foi! Tudo deu muito certo”, comemoram. Neste ano , a família de Naiá e Marcelo aumentou com a chegada de Isabela. “Pra mim foi uma felicidade muito grande ver que a minha primeira noiva já está com uma filhinha. A sensação é de que a ‘família’ Tangram está aumentando. Muitas vezes eu passo um ano sonhando junto com a noiva e a convivência faz parecer que somos da mesma família”, acrescenta.
Para “mimar” ainda mais suas noivas, Milene criou o blog Noividades, onde elas ficam por dentro das tendências e novidades sobre casamento. E para continuar trazendo inovações, no próximo ano a cerimonialista pretende se especializar ainda mais. “Além disso, pretendo atuar mais fortemente na concepção de eventos criando conceitos e projetos exclusivos para cada noiva procurando traduzir seus sonhos em realidade”, assegura.
Depois de quatro anos trabalhando com casamentos, Milene se considera cada vez mais apta a captar os sonhos das noivas e transformá-los em realidade. “Um dos melhores momentos de cada casamento pra mim é quando no finalzinho da festa os noivos agradecem por tudo ter acontecido da forma como eles imaginaram. Também fico muito emocionada quando os pais dos noivos vem me agradecer e dizer que foi tudo perfeito, neste momento eu sinto que meu dever foi cumprido”, finaliza.

Milene Szaikowski completa 31 anos

Hoje, dia 17, Milene Szaikowski, designer e proprietária da Tangram Eventos, completa mais um ano de vida. A comemoração vai acontecer no A Varanda Bar, no próximo domingo (21). Milene nasceu em 1979, se formou em design de produto pela UFPR em 2006 e fez cursos na área de cerimonial no Senac, na UTFPR e na Arquidiocese de Curitiba. Milene é a responsável pela organização de cada detalhe dos eventos realizados pela Tangram, sempre primando pela qualidade para tornar cada evento único e especial. Ela oferece aos seus clientes os serviços de cerimonial, assessoria, consultoria e projetos especiais.
Seu talento foi  descoberto quando Milene foi presidente da Comissão de Formatura de sua turma que resolveu homenageá-la pela dedicação com a qual organizou a formatura. Logo depois da formatura, uma amiga resolveu casar e confiou a Milene a organização do seu casamento. “O sucesso foi tanto que resolvi me especializar. A partir disso surgiu a Tangram e também criei o blog Noividades, onde mantenho minhas noivas bem informadas e atualizadas com todas as tendências para casamentos”, conta.

Milene Szaikowski participa da inauguração do Palácio Wawel

Jilcy Rink e Milene Szaikowski

Foi inaugurado ontem (11) o espaço de eventos Palácio Wawel, no bairro Campo Comprido, em Curitiba. O local é de fácil acesso, com estacionamento para 400 carros, área de 1200 m², estilo clean e terá como responsável pela gastronomia o Buffet Nova Curitiba.
Estiveram presentes no evento diversos membros da sociedade curitibana, os principais nomes da comunidade polonesa em Curitiba, e também do vereador Tito Zeglin, que fez uma homenagem em nome da Câmara Municipal de Curitiba aos donos do empreendimento. Os diretores do Clube Atlético Paranaense e membros da imprensa esportiva paranaense também participaram da inauguração, já que Paulo Rink que jogou no Atlético é filho da proprietária, Jilcy Rink.
Para a inauguração também foram convidados os melhores profissionais de eventos de Curitiba, entre eles Milene Szaikowski, cerimonialista, designer e proprietária da Tangram Eventos. “É um belo local, com certeza mais uma excelente opção para quem quer fazer um evento de bom gosto em Curitiba. Assim como fiz diversos eventos com o Buffet Nova Curitiba que é um excelente parceiro, espero em breve poder realizar muitos eventos no Palácio Wawel”, afirma.
Durante o evento foram executados os hinos do Brasil e da Polônia pela banda da Polícia Militar do Paraná e teve apresentação de danças do Grupo Folclórico Polonês Junak. Os discursos foram proferidos pela empresária Jilcy Rink, do Buffet Nova Curitiba, pelo diretor da Sociedade União Juventus, Marian Kurzak, e pelo vereador Tito Zeglin. “Foi servido um delicioso coquetel sob a responsabilidade do Buffet Nova Curitiba que é o responsável pela gastronomia do novo empreendimento”, conta Milene.

Blog Noividades tem recorde de acessos

Criado e mantido pela designer, cerimonialista e proprietária da Tangram Eventos, Milene Szaikowski, o blog Noividades está fazendo o maior sucesso. Em julho o número de visitantes únicos foi de 3.962 e o número de visitas totais foi de 7.399. Já em agosto os números pularam para 12.802 e 16.980, respectivamente. E em outubro foi o recorde: foram 22.330 visitantes únicos e 27.740 acessos totais em um único mês. “Acredito que o sucesso desse número de acessos seja, além da parceria com a Toda Comunicação, a busca constante que eu tenho por ‘noividades’, dicas e informações úteis. Além de procurar sempre responder as noivas que tem dúvidas”, analisa Milene.
Este crescimento expressivo de acessos mostra como as pessoas querem saber sobre assuntos relacionados a casamentos e confirma o profissionalismo da cerimonialista. “Fico antenada em tudo que está acontecendo por aí e procuro trazer a informação de maneira acessível às noivas”, ressalta.
O blog traz tudo o que uma noiva precisa saber sobre o evento mais esperado de sua vida. Nenhum detalhe é esquecido, desde a cerimônia, o buffet, as lembrancinhas, convites, vestidos, buquês, decorações, as tendências, enfim, tudo o que houver de novo Milene  traz para suas noivinhas, como ela costuma dizer. “O nome do blog veio de uma brincadeira que as noivas faziam ao perguntar umas as outras se tinham noividades. Quer dizer, novidades do casamento. O nome casou com a finalidade do blog, que é informar as noivas e atualizá-las”, conta a designer.

Milene Szaikowski é convidada para inauguração do Palácio Wawel

Será inaugurado amanhã (11), às 20 horas, o espaço de eventos Palácio Wawel. Milene Szaikowski, cerimonialista, designer, e proprietária da Tangram Eventos, foi convidada pela Jilcy Rink, empresária do Buffet Nova Curitiba, que será responsável pela gastronomia do local.
“Já fiz vários casamentos no Nova Curitiba, que é um grande parceiro de eventos. Fico feliz pelo convite para conhecer o novo espaço que conta com a participação do Buffet Nova Curitiba, que é de reconhecida qualidade. Tenho certeza de que a Sociedade União Juventus fez uma excelente escolha com esse parceiro”, ressalta Milene.
A cerimonialista, que é descendente de poloneses, ficou ainda mais feliz pelo novo espaço ser mantido pela Sociedade União Juventus, reconhecida por manter as tradições polonesas. “O nome escolhido para o novo espaço de eventos é de um palácio da família real existente na cidade de Cracóvia, na Polônia. A inaguração é legal para as noivas que poderão contar com mais um espaço de eventos na cidade de Curitiba”, finaliza.

Buquês devem combinar com o tipo físico da noiva

Quando a noiva entra na igreja ou no local onde a cerimônia está sendo realizada, ela é o centro das atenções. Cada detalhe é observado, o vestido, o cabelo, a maquiagem e o buquê. Este último item faz parte de todo o ritual, até o momento em que a noiva o joga para que alguma convidada solteira pegue as flores e tenha mais chances no amor. “Cada flor representa um amor que a moça teve durante a sua vida de solteira. O buquê que ela joga simboliza os rapazes que ela deixou disponíveis para as solteiras”, conta Milene Szaikowski, designer, cerimonialista e proprietária da Tangram Eventos.
Existem vários tipos de buquês, alguns combinam com todos os tipos físicos e outros são mais indicados apenas para algumas noivas. O buquê redondo, por exemplo, pode ser usado por qualquer mulher e com todos os estilos de vestido. “Este é o preferido das noivas e pode ser usado na parte da manhã, à tarde ou à noite. Ele deve ser levado apoiado no osso do quadril e pode ser feito com um único tipo de flor ou com um mix. Rosas, astromélias, lisianthus, girassóis, orquídeas, callas e as gérberas são alguns exemplos das flores que podem ser usadas em sua confecção”, explica Milene.
O buquê no estilo braçada é mais indicado para noivas altas, que optaram por um vestido mais clean e pode ser usado em qualquer horário. “Ele combina com noivas mais estilosas e deve ser levados nos braços. Algumas flores que podem combinar com este buquê são callas, copo de leite e boca de leão”, aponta a cerimonialista.
Um outro tipo de buquê é o cascata e segundo Milene este é um modelo sofisticado que tem voltado a ficar em alta. “Ele jamais deve ser usado por noivas mais cheinhas e é indicado para as mulheres altas. A cascata deve ser segurada de forma que ela fique pendente e apoiada no osso do quadril”, esclarece. Orquídeas phalaenopsis, rosas e heras são algumas opções de flores para serem usadas na cascata, que deve ser escolhida para casamentos noturnos.
Já o buquê “única flor” pode ser usado por noivas de todos os tipos físicos, em qualquer horário e deve ser levado na altura da barriga. “As flores mais recomendas são as orquídeas (galho), rosas, lírios e callas. Este buquê pode ser mais elaborado, já que a flor única dará o equilíbrio ao visual da noiva”, acrescenta Milene.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 91 outros seguidores