Quem disse que zumbido não tem cura?

Grupo GAPZ Curitiba

Na tarde de sexta-feira, 11 de maio, aconteceu mais um encontro do Grupo de Apoio a Pessoas com Zumbido (GAPZ), que é realizado todo início de mês no Hospital das Clínicas. O Grupo que é uma ajuda e de certa forma um local de desabafos, discutiu os “Principais exames médicos e audiológicos para o diagnóstico do zumbido”, com a presença de Rita Mendes, coordenadora do GAPZ-Curitiba e Izabella Pedriali de Macedo, fonoaudióloga especialista em audiologia.
Em primeiro lugar, as especialistas fazem questão de frisar que o zumbido não é exatamente uma doença, mas um sintoma que pode ser provocado por diversos fatores, que em alguns casos é acompanhado de um certo grau de perda de audição. “Vale lembrar que zumbido não pode provocar surdez, porém, a surdez pode ocasionar o zumbido”, avisa Izabella.
Esse é o caso da aposentada Helena Moscleski, ela sofre com o zumbido há dez anos por conta de seu problema de perda auditiva. “Eu esperei quatro anos para poder marcar uma consulta e ter o diagnóstico, mas agora que estou usando um aparelho auditivo, as coisas melhoraram um pouco, mas espero que com a ajuda do grupo os benefícios aumentem”, conta.
Segundo Rita, o primeiro passo ao sentir os sintomas é procurar um médico, pois a partir da consulta é que se pode encaminhar e solicitar exames para o paciente. Além de avaliações que complementarão a consulta e determinarão as causas do zumbido para cada um. “Inicialmente, o médico fará um interrogatório ao paciente sobre seu hábito de vida, se ele possui algum tipo de tolerância a sons, alergias, problemas emocionais e de saúde, entre outros. Depois é realizado exames físicos – ouvidos, nariz, garganta e ausculta”, diz.
Após essa primeira consulta serão pedidos exames laboratoriais de sangue (hemograma, glicemia, colesterol e triglicerídeos, hormônios tireoidianos, dosagem de zinco e reação sorológica a sífilis) e exames de audição realizados pelo fonoaudiólogo. “Esses exames são importantes, pois revelam a causa do zumbido. É importante também manter uma alimentação saudável, evitar cafeína e praticar exercícios, para que assim problemas de saúde sejam evitados e o zumbido também”, ressalta Rita.
Izabella, explica que na dependência destes resultados o médico poderá solicitar: audiometria, exames de imagem (tomografia computadorizada, ressonância magnética de ouvidos), de Doppler arterial e as avaliações com profissionais: dentista, fisioterapeuta, psicólogo, entre outros. “É muito importante que o paciente procure ajuda o quanto antes, pois isso auxilia no tratamento. E todas essas avaliações são muito importantes, porque cada caso é um caso”, afirma.
De acordo com Izabella, atualmente se pode tratar o zumbido e eliminar o barulhinho incômodo, podendo até acabar com o mal. Depois do diagnóstico, o ortodontista e ortopedista facial e membro da GAPZ Curitiba, Gerson Köhler, diz que não há motivo para se assustar, pois o problema tem tratamento. “Como o zumbido pode ter várias causas é importante que seja feito exames detalhados. Por isso GAPZ-Curitiba conta com uma equipe multidisciplinar – com otorrinolaringologistas, dentistas, fonoaudiógolos, fisioterapeutas, psicólogos, entre outros profissionais”, conclui.
Serviço: Grupo de Apoio a Pessoas com Zumbido
Próximo encontro: 02.07.2010
Tema: Relações entre o zumbido, intolerância a sons e perda auditiva.
Horário: a partir das 14h
Local: 5º andar anexo B do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná

About these ads

23 Respostas para “Quem disse que zumbido não tem cura?

  1. Rui Teixeira 15/06/2010 às 20:32

    Veronica Pacheco,

    Achei muito interessante a reportagem sobre zumbido.
    Parabenizo pela iniciativa. E peço a sua ajuda.

    Eu tenho um zumbido bilateral cronico, ocasionado por sulfa receitado por otorrino para tratamento de uma sinusite e desde então convivo com este problema.
    Já fui em vários otorrino e ninguem resolver.
    Absurdamente o tratamento com gingobiloba piorou o barulho que eu sinto.
    O que ameniza é que durmo com o ventilador ligado.
    Faço um apelo para que me ajudem a solucionar este problema.
    Eu não tenho condições de ir a Curitiba, portanto quem vocês recomendariam aqui em Brasília?.

    Agradeço pela atenção

    Rui Teixeira

  2. Verônica 17/06/2010 às 00:15

    Prezado Rui

    Você deve marcar uma consulta com Dra Alessandra Ramos Venosa, Otorrino coordenadora do GAPZ regional Brasília
    TEL 61-3448-5394 / 201-5233
    Com certeza você terá o diagnóstico correto e o tratamento adequado para o seu caso.
    Cordialmente
    Rita Guimarães Mendes
    GAPZ Curitiba
    41-3225-1665

  3. claudinei marques 28/07/2010 às 09:41

    ola veronica , gostaria de saber como faço pra marcar uma consulta , tenho zumbido mas nao sei a causa ,gostaria de realizar exames para saber a provavel causa e assim poder tratar ,estou a 230 de curitiba e posso com fascilidade até ai .

    • veronicapacheco 28/07/2010 às 09:50

      Oi Claudinei, semana que vem no dia 02 teremos mais um encontro do GAPZ, às 14h no Hospital de Clínicas. Lá estarão presentes vários profissionais da área. Se vc puder comparecer poderá tirar suas dúvidas e agendar suas consultas. Eu conheço o Dr. Gerson Kohler – http://www.kohlerortofacial.com.br mas como não sou médica não sei dizer se ele á a pessoa mais indicada para a primeira consulta, mas certamente ele saberá te explicar e te orientar. Procure por ele em meu nome e terá as suas resposats.
      Sempre que precisar apareça.
      Verônica

  4. Cleber G Wittchind 21/09/2010 às 17:10

    Boa tarde!

    Ja faz uns dois anos que sofro com problemas de zumbido, fiz todos os exames possiveis tomografia computadorizada audiometria e não consta nada.

    Teai algum tipo de solução.

    Att Cleber

  5. lucas silva 14/10/2010 às 15:24

    Ola veronica tenho 20 anos e estou com zumbido no ouvido esquerdo a uma semana.acho q é por conta de ouvir muito meu mp3. oque devo fazer?

  6. Rodrigues Barreto 28/12/2010 às 11:19

    Tenho problema com zumbido e estou interessado em adquirir o livro “Quem disse que zumbido não tem cura? Se podera me ajudar como adquirir este livro agradeço.

    Rodrigues Barreto

  7. islou 08/06/2011 às 23:43

    MEU DEUS! ESTOU COM ESSA COISA HÁ 40 DIAS E JÁ NÃO ESTOU SUPORTANDO. VEJO QUE É UMA DIFÍCIL CAMINHADA, POIS HÁ MUITO MAIS MILHÕES DE GENTE COM ISSO E EU NÃO SABIA. O MEU ZUMBIDO É OBJETIVO, OU SEJA, PODE SER OUVIDO POR OUTRA PESSOA, SE COLOCAR A ORELHA ENCOSTADA NA MINHA, OU NA MINHA TESTA, OU NO MEU OLHO. JÁ FIZ VÁRIOS EXAMES, INCLUSIVE RM E TC. TODOS OS EXAMES AUDITIVOS. NADA ERRADO. POR ÚLTIMO, UM MÉDICO PEDIU PARA DOSAR OS TRIGLICÉRIDES E COLESTEROU. AMBOS ESTÃO ALTOS. SEMPRE TIVE TRIGLICÉRIDES ALTO, MAS DESTA VEZ ESTÁ AINDA MAIS ALTO (272). VOU LEVAR OS RESULTADOS NO MÉDICO AMANHÃ. ESTOU ESPERANÇOSO QUE SEJA ESTA A CAUSA E QUE EU ME LIVRE DESSE INCÔMODO. SE ISSO ACONTECER, QUERO DIVULGAR A TANTOS QUANTO POSSÍVEL. NINGUÉM MERECE!
    GOSTARIA DE SABER QUAL O CONTATO DO GAPZ AQUI EM BRASÍLIA.
    MEU EMAIL: ISLOUSAN@HOTMAIL.COM.
    GRATO

  8. Atilio Perini 13/07/2011 às 19:56

    Gostaria de Saber o numero do telefone e ou endereço do GAPZ em São José do Rio Prêto-SP.
    Desde já agradeço pela vossa atenção.
    Atilio perini

  9. Fernando dos Reis Soares 10/09/2011 às 09:00

    Bom dia
    Eu tenho zumbido no meu ouvido, tipo cigarra gostaria de encontrar uma solução para o meu problema moro no interior de MG, já li q tomar antiinflamatórios pode provocar isto, eu por praticar corridas e sempre ter algum tipo de contusão uso muito antiinflamatorio

  10. Maria do Socorro 30/09/2011 às 08:42

    Então, Verônica estou com uma amiga da melhor idade, que está agora apresentando um quadro de zimbido forte no ouvido. Ela tem uma perda severa nos dois ouvidos desde nova, mas só agora está apresentadno esse quadro de zumbido forte.
    Ela está realmente nervosa com a situação e não sei mais o que fazer para ajudá-la, gostaria de ver com vc se existe realmente uma cura/ou melhora significativa no quadro do zumbido?Moramos em Brasília
    Socorro.

  11. Edilena De Almeida 19/12/2011 às 17:17

    Bem endo os depoimento das pessoas resolvi pedir ajuda pra mim tambem pois estou com esse trem no ouvido direito pois ninguem merece uma coisa dessa na vida socorro me ajude por favor moro françisco morato sao paulo

    • veronicapacheco 19/12/2011 às 18:28

      Por favor entre em contato com: Dra. Rita de Cássia Cassou Guimarães (CRM 9009)
      Otorrinolaringologista, otoneurologista, mestre em clínica cirúrgica pela UFPR
      Email: ritaguimaraescwb@gmail.com
      Telefone: 41-3225-1665
      Ela poderá te ajudar.

  12. Marcelo Monteiro Chagas 15/01/2012 às 12:32

    Olá, meu nome é Marcelo, tenho zumbido tipo apito constante há alguns anos e gostaria de saber se no Rio de Janeiro existe algum outro grupo de apoio a portadores de zumbido já que o GAPZ está com as reuniões suspensas desde 2011 ou se há algum profissional que eu possa procurar para tentar resolver meu problema. Meu e-mail é: marcelo.monteiro.chagas@hotmail.com. Muito obrigado.

    • veronicapacheco 16/01/2012 às 13:56

      Sim:
      Doutor Gerson Köhler (CRO 3921 – PR) – Fone: 41 3224.4883/3013-0183

      e

      Dra. Rita de Cássia Cassou Guimarães (CRM 9009) – Telefone: 41-3225-1665

  13. Diego 27/03/2012 às 19:28

    Olá! Tudo bem? Tenho 26 anos, e estou com zumbido no ouvido esquerdo, e tenho muito medo que piore. Tive meu tímpano perfurado durante o Carnaval, devido a umapancada noouvido, fiz um tratamento com um antiinflamatório oral e um colírio para o ouvido durante 20 dias, e desde então tenho tido diversos problemas devido a isso, afetando inclusive o meu relacionamento com minha parceira. Sinto que estou meio desanimado, até um pouco depressivo. Gostaria de sua ajuda quanto a alguma clínica ou otorrino que possa procurar aqui em Salvador, pois não aguento mais esta situação. Obrigado!!

  14. Leticia Maria Barros Farias 23/04/2012 às 23:44

    Olá Verônica! Também estou sofrendo desse terrível mal que é o zumbido. Até agora só fiz exame de audiometria e deu normal. Gostaria de saber se há algum médico aqui em Fortaleza/Ce, que esteja envolvido com essa questão e que você possa indicar para me ajudar a resolver esse problema. Se não, que especialidade preciso ir primeiro para fazer uma consulta?
    Obrigada!
    Leticia Farias

  15. patricia santos 13/06/2012 às 22:16

    ola td bem eu tenho zumbido nos dois ouvido que tipo de tratamento eu tenho que fazer p/ esse zumbido sumir? ele incomoda de mais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 91 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: